Mos Burger é obrigada a suspender temporariamente sanduíches recém-lançados

Os dois sanduíches da linha tsukimi, desenvolvida pela primeira vez, foram sucesso absoluto e acabou o estoque de ingredientes. Mas voltarão.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

À esq. o BBQ Focaccia e à dir. o Tsukimi Focaccia (HP)

A rede de fast food japonesa Mos Burger anunciou na segunda-feira (26) a suspensão de vendas, temporariamente, do sanduíche Tsukimi Focaccia (月見フォカッチャ) e outros como o Barbecue Focaccia (バーベキューフォカッチャ), incluindo os kits, no total de 5 produtos. 

Publicidade

Esses sanduíches foram recém-lançados para a apreciação da lua cheia de outono, em 14 deste mês. E é a primeira vez que a rede Mos Burger criou sanduíches tsukimi. As vendas foram surpreendentes, de 800 mil unidades em apenas 8 dias.

Sua previsão com esses lançamentos era de vender 1,6 milhão de unidades até meados de novembro, mas superou as expectativas e ficou temporariamente sem estoque. 

Por isso, à medida que o estoque das lojas se esgota, a rede pretende suspender temporariamente desde terça-feira (27) e retornar em 8 de outubro.

Pelo visto, duas coisas fizeram sucesso nesses sanduíches: o pão especial focaccia e a linguiça generosa.

Veja outros tsukimi burgers das redes mais famosas (toque aqui).

Fontes: Nikkei e Gourmet Watch

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Rússia admite erros na mobilização militar em meio à crescente oposição pública

Publicado em 27 de setembro de 2022, em Notícias do Mundo

Várias reportagens dizem que pessoas sem experiência militar, ou que estão muito velhas ou que são deficientes, estão sendo convocadas.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

Autoridades russas dizem que 300 mil reservistas serão convocados, mas reportagens na mídia sugerem que o número pode ser bem maior.

Publicidade

O Kremlin admitiu que erros foram cometidos em sua campanha destinada a mobilizar reservistas russos para lutar na Ucrânia, em meio à crescente oposição pública.

“Há casos quando o decreto é violado”, disse o porta-voz do presidente russo Vladimir Putin, acrescentando que “todos os erros serão corrigidos”.

Várias reportagens dizem que pessoas sem experiência militar, ou que estão muito velhas ou que são deficientes, estão sendo convocadas.

O decreto de mobilização da semana passada já causou protestos disseminados.

Putin anunciou em 21 de setembro o que ele descreveu como mobilização parcial, com o ministro da Defesa, Sergei Shoigu, dizendo depois que 300 mil reservistas seriam convocados.

Entretanto, reportagens na mídia russa de oposição sugeriram que até 1 milhão de pessoas poderiam ser convocadas, apontando para um parágrafo, o qual acredita-se ser sobre o número exato de reservistas exigidos, tenha sido omitido na versão publicada do decreto de Putin no site oficial do Kremlin.

Vários especialistas na área militar no Ocidente e na Ucrânia dizem que a decisão de Putin em convocar reservistas mostra que as tropas russas estão falhando no campo de batalha na Ucrânia, mais de 7 meses após Moscou ter iniciado sua invasão.

Desde o anúncio da mobilização, mais de 2 mil pessoas foram detidas em protestos por toda a Rússia.

Fonte: BBC

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância