Toyota amarga queda da produção no Japão enquanto comemora ótima performance no exterior

A queda na produção doméstica foi pelo quinto mês consecutivo, mas no exterior teve recorde. A montadora vai manter a meta anual.

Yaris da Toyota (divulgação)

Segundo anúncio da Toyota Motor, de quarta-feira (31), o número de veículos produzidos no Japão em julho caiu cerca de 30% em relação ao mesmo mês de 2021, fechando com 221,8 mil unidades, bem aquém do planejado.

Publicidade

A escassez de semicondutores e de autopeças devido à pandemia do novo coronavírus foi impactante, causando queda pelo quinto mês consecutivo.

Por outro lado, na Europa e na América do Norte, menos afetadas pela escassez de semicondutores e também por causa da flexibilização dos lockdowns em Xangai, a produção, especialmente do Yaris, foi forte. 

Isso contribuiu para o volume recorde de produção no exterior em julho, de 484.730 unidades, o que significam 4,5% de aumento. Pelo terceiro mês consecutivo, a produção no exterior superou o mesmo mês do ano anterior.

A Toyota Motor afirmou que examinará a situação do fornecimento de peças e se esforçará para produzir o maior número possível de unidades. Informou que manterá seu plano anual de produção global de 9,7 milhões de unidades.

Fontes: Tokai TV e CTV

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Relatos de surto de ‘gripe do tomate’ na Índia não são devido a novo vírus, dizem médicos

Publicado em 1 de setembro de 2022, em Ásia

A maioria dos infectados são crianças menores de 5 anos, com sintomas incluindo febre alta, dores intensas nas juntas e erupção cutânea.

Menino indiano usando máscara (ilustrativa/banco de imagens)

Um “novo vírus” chamado de gripe de tomate foi reportado em Kerala, na Índia.

Publicidade

De acordo com um artigo no Lancet Respiratory Medicine, o primeiro caso da doença misteriosa foi relatado em 6 de maio. Houve mais de 80 casos, com a doença se espalhando para outras partes da Índia.

A maioria dos infectados são crianças menores de 5 anos, com sintomas incluindo febre alta, dores intensas nas juntas e erupção cutânea. As crianças também sofreram erupção cutânea com bolhas doloridas e vermelhas que ficaram do tamanho de um tomate, por isso o nome.

Embora as crianças se sintam mal, não há relatos de doença grave ou morte até agora. Parece que todas estão se recuperando.

Médicos que trataram as crianças não sabiam ao certo o que estava causando essa doença. A temperatura e dores podiam ser devido a várias infecções. Eles especularam que poderiam ser resultado de certos vírus exóticos que são transmitidos por mosquitos, como dengue e chikungunya, ou até varíola dos macacos.

Eles acreditavam que talvez o formato incomum de tomate de erupções na pele podia estar ocorrendo porque as crianças estão reagindo de forma diferente a infecções após elas terem contraído covid-19.

Mistério resolvido

Cientistas vêm testando amostras coletadas de crianças que tiveram gripe do tomate para tentar identificar a causa da doença.

Duas crianças no Reino Unido que apresentaram sintomas suspeitos de gripe de tomate após retornarem de férias em família de Kerala foram testadas. Resultados de laboratório revelaram que elas estavam infectadas com um enterovírus chamado coxsackie A16.

O coxsackie A16 causa a doença mão-pé-boca, chamada assim porque o paciente tem bolhas nas palmas das mãos, solas dos pés e na boca.

Então parece que a gripe do tomate é na verdade a doença mão-pé-boca. Não é um tipo de influenza, não tem nada a ver com tomates e não é um novo vírus.

Como muitas infecções na infância, ela é muito contagiosa e pode se espalhar através do contato com fezes e fluidos corporais.

Fonte: The Conversation

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros