Finlândia considera construir cerca ao longo de sua fronteira com a Rússia

Ministro finlandês disse que a construção da cerca ajudaria a nação a evitar travessia não autorizada de fronteira a partir da Rússia.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A Finlândia compartilha uma fronteira de aproximadamente 1,3 mil Km com a Rússia (banco de imagens)

Autoridades finlandesas disseram que estão examinando a possibilidade de construir uma cerca ao longo da vasta fronteira com a Rússia.

Publicidade

O ministro de Assuntos Internos da Finlândia, Krista Mikkonen, disse que o país deve levar em consideração a construção da cerca, visto que ela ajudaria a nação a evitar travessia não autorizada de fronteira a partir da Rússia.

Apesar de fazer tal declaração, Mikkonen citou que ele não está sugerindo que a cerca seja construída ao longo da fronteira toda, mas apenas em áreas onde os riscos são maiores, divulga o SchengenVisaInfo.com.

Não muito tempo depois, o ministro de Relações Exteriores ter feito essas observações, a primeira-ministra da Finlândia, Sanna Marin, também fez uma declaração oficial sobre o assunto.

Marin citou que a questão pode precisar de suporte unânime entre os membros do Parlamento do país e ao mesmo tempo ela espera que uma decisão seja tomada o mais rápido possível.

A Finlândia fechou sua fronteira para turistas russos com início em 30 de setembro, a última das vizinhas de Moscou da União Europeia a fazer isso.

A decisão ocorreu após o número de russos chegando na fronteira ter aumentado depois de uma convocação de 300 mil reservistas pelo presidente Vladimir Putin.

Fonte: Schengen Visa News

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Japão: governo quer adotar a nonavalente como vacina de rotina contra HPV

Publicado em 5 de outubro de 2022, em Política

A vacina contra HPV nonavalente é eficaz contra 9 tipos de vírus que podem causar câncer.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Vacina nonavalente contra HPV (fabricante via NHK)

Sobre a vacina contra o Papiloma Vírus Humano (HPV) para prevenção do câncer do colo do útero, o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar do Japão (MHLW) anunciou que a 9-valente (nonavalente) é mais eficaz do que as anteriores e deverá ser introduzida como uma vacinação regular a partir de abril do ano que vem.

Publicidade

Depois que a vacina contra o HPV se tornou uma inoculação de rotina em 2013, muitas pessoas reclamaram de dores no corpo e os pedidos ativos de vacinação foram interrompidos, mas o atendimento foi retomado em abril deste ano.

Atualmente, para as adolescentes do 6.º ano do primário ao 1.º ano ginasial, está disponível a vacina contra HPV bivalente, para prevenção da infecção de 2 tipos de vírus. Mas também está disponível a quadrivalente.  

A nonavalente previne contra maior número de vírus

Na terça-feira (4), a subcomissão composta por especialistas do MHLW aprovou a política de inoculação de rotina com a vacina 9-valente contra o HPV, a qual tem maior efeito preventivo.

De acordo com o MHLW, essa vacina nonavalente pode prevenir 9 tipos de infecção pelos vírus e deve reduzir a taxa de câncer do colo do útero.

Além disso, em relação à frequência de notificações de reações adversas, o MHLW informou que em comparação com a vacina quadrivalente, sintomas como dor no local da injeção foram mais frequentes, mas sintomas sistêmicos como dor de cabeça foram os mesmos.

HPV: vírus que podem causar câncer

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), do Brasil, “Os HPV são vírus capazes de infectar a pele ou as mucosas. Existem mais de 200 tipos diferentes de HPV, sendo que cerca de 40 tipos podem infectar o trato ano-genital”.

“Pelo menos 13 tipos de HPV são considerados oncogênicos, apresentando maior risco ou probabilidade de provocar infecções persistentes e estar associados a lesões precursoras. Dentre os HPV de alto risco oncogênico, os tipos 16 e 18 estão presentes em 70% dos casos de câncer do colo do útero”, explica. 

É a única doença sexualmente transmissível (DST) que pode ser transmitida mesmo com o uso de preservativos. Por isso, a importância da vacinação, para que se feche a porta de entrada do vírus em qualquer região do corpo, tanto em pele quanto na mucosa.  

Para saber mais sobre os vírus HPV toque aqui e leia em português.

Fontes: NHK e INCA

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância