Toyota inicia produção de veículos em Mianmar

O início das operações ocorre após atraso de mais de 19 meses devido ao controle militar em Mianmar.

Concessionárias da Toyota em Mianmar começaram a aceitar pedidos para a Hilux na terça-feira (banco de imagens)

A Toyota começou a operar sua planta de montagem perto de Yangon, em Mianmar, após atraso de mais de 19 meses, soube o site Asia Nikkei.

Publicidade

Originalmente, a planta, que fica na Zona Econômica Especial (SEZ, na sigla em inglês) de Thilawa, começaria a operar em fevereiro de 2021, o mesmo mês do controle militar, que levou a uma turbulência política e econômica.

Mianmar continua em conflito, visto que junta militar encontra resistência de apoiadores do governo eleito democraticamente derrubado, liderado por Aung San Suu Kyi, uma laureada do Prêmio Nobel da Paz.

No fim de agosto, a Toyota fez um arquivamento junto a autoridades da SEZ em relação ao seu plano de iniciar operações comerciais. De acordo com fontes informadas, a planta, que monta a Hilux, começou a operar em pequena escala no mês de setembro. A produção mensal deve ser apenas de poucas dezenas de unidades.

Concessionárias da Toyota em Mianmar começaram a aceitar pedidos para a Hilux na terça-feira (11).

A ação da Toyota ocorre enquanto multinacionais ocidentais estão saindo do país em meio a protestos pela tomada do país e repressões severas sobre manifestantes pelo governo militar.

Dentre aquelas que deixaram o país estão a TotalEnergies da França, a Chevron dos EUA, a Telenor da Noruega e a Ooredoo do Catar.

Fonte: Asia Nikkei

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Desde 1998 a cotação não chegava a ¥146 por dólar

Publicado em 12 de outubro de 2022, em Economia

O mercado de Tóquio iniciou a operação de quarta-feira com iene ainda mais enfraquecido.

Imagem ilustrativa do iene (NHK)

Na quarta-feira (12) o mercado de Tóquio começou o expediente com o dólar americano ainda mais fortalecido em relação à moeda japonesa, chegando a 146 ienes.

Publicidade

Isso não ocorria desde agosto de 1998. Foi uma resposta do mercado à melhoria da taxa de desemprego e ao aumento das taxas de juros dos EUA.  

A venda de ienes está se espalhando em antecipação a um diferencial cada vez maior das taxas de juros entre o Japão e os EUA. 

Há também o aspecto de que os fundos estão fluindo para o dólar, a moeda-chave, devido à tensão na situação da Ucrânia. 

Quando o iene desvalorizou para o nível superior de 145 ienes em relação ao dólar, em 22 do mês passado, o governo e o Banco do Japão intervieram no mercado vendendo a moeda americana e comprando a japonesa.

Fontes: Nikkei e NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros