Como o menino caiu do apartamento do 25.º andar

A polícia informou como o menino caiu da varanda do apartamento do 25.º andar do condomínio.

Polícia na varanda do 25.º andar do prédio (NTV)

O menino que foi encontrado sobre o telhado do hall de entrada do prédio de 48 andares, morava no 25.º andar de um arranha-céu em Mihama-ku Wakaba, na cidade de Chiba (província homônima), acabou morrendo no hospital.

Publicidade

Esse acidente fatal ocorreu na quarta-feira (2) e deixou as pessoas intrigadas porque no dia a polícia ainda não havia divulgado como isso aconteceu. Apenas informou que a vítima tinha 3 anos, mas depois de desvendado o motivo, disse que a idade do menino era de 2 anos.

Uma das mães que reside no mesmo condomínio disse que não consegue imaginar como ele caiu, pois na varanda não há nenhum vão aberto.

Arranha-céu residencial de 48 andares (NTV)

Segundo a investigação, os pais dessa criança estavam fora e deixaram o pequeno em casa sozinho. 

Como havia uma cadeira de camping no local, a polícia supõe que o menino tenha levado essa cadeira, que é leve, para a varanda, e depois escalado a proteção sem saber do perigo e caído acidentalmente. 

Supondo que cada piso tenha 3,25 metros, a altura do 25.º andar é de pelo menos 81 metros, o que seria difícil sobreviver.

Imagem simulada: havia uma cadeira de camping na varanda (infográfico da NTV)

Crianças caem com frequência?

A resposta é sim. Os acidentes de queda de crianças pequenas ocorrem com certa frequência.

De acordo com as informações do Corpo de Bombeiros de Tóquio, no intervalo de 5 anos, de 2017 a 2021, 62 crianças menores de 5 anos caíram de varandas e janelas e foram transportadas de ambulância. 

Por isso, a recomendação para as famílias que moram em prédios é manter a porta (ou as portas) e a janela de acesso à varanda, sempre trancadas

Uma mulher que reside nesse edifício onde ocorreu o acidente, no 12.º andar, mãe de duas crianças de 2 e 4 anos, disse: “Basicamente, não as coloco na varanda e quando saio sempre levo comigo”.

Fonte: NTV

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Amazon congela contratações devido à desaceleração econômica

Publicado em 4 de novembro de 2022, em Notícias do Mundo

A Amazon se junta a outras grandes empresas nos EUA em tentar moderar custos de trabalho em meio a uma desaceleração na economia.

A Amazon revelou a decisão em seu site na quinta-feira (banco de imagens)

A gigante da tecnologia Amazon anunciou que pausará a contratação para posições corporativas por pelo menos os próximos meses.

Publicidade

Ela se junta a outras grandes empresas nos EUA em tentar moderar custos de trabalho em meio a uma desaceleração na economia.

A Amazon revelou a decisão em seu site na quinta-feira (3). O chefe de trabalhadores da empresa disse que a companhia enfrenta um ambiente econômico incomum e quer balancear sua contratação e investimento.

A empresa registrou um lucro líquido de US$2.87 bilhões nos 3 meses até setembro. O número foi uma queda de 8.9% em comparação ao ano anterior, visto que a inflação atingiu níveis altos de décadas e o custo de distribuição e pessoal subiu.

A empresa de rede de transportes do EUA, a Lyft, disse na quinta-feira que demitiria 13% de seus funcionários, visto que ela enfrenta dificuldades com inflação e uma desaceleração econômica.

Enquanto isso, a gigante da tecnologia Meta está tentando trazer sua contratação sob controle enquanto se prepara para uma possível diminuição na demanda.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros