Garota sob proteção do Jidosodansho de Nagoia salta do 3.º andar e morre

A garota tinha fugido da casa dos pais ou responsável por ela, foi encontrada e levada temporariamente para o Jidosodansho, de onde quis fugir ou cometeu suicídio.

Seibu Jidosodansho ou Centro de Proteção Infantil da ala oeste, de Nagoia (Tokai TV)

A Prefeitura da Cidade de Nagoia (Aichi), informou na terça-feira (8) que uma adolescente de 15 anos, a qual estava temporariamente protegida, morreu ao pular do 3.º andar do prédio do Seibu Jidosodansho ou Centro de Proteção Infantil da ala oeste, situado em Nakagawa-ku.

Publicidade

Segundo a prefeitura, depois das 22h de segunda-feira (7), assim que foi levada para lá, a garota pediu para ir ao banheiro e lhe foi indicado o do terceiro andar.

Como demorou alguns minutos para voltar, uma funcionária foi até o toilet e viu que a porta estava trancada. Escalou a parede interna e conferiu que a janela estava aberta, por isso, foi verificar do lado de fora.

A garota estava caída no estacionamento, foi socorrida mas a morte foi confirmada no hospital de destino.

Não se sabe se ela pulou da janela para fugir do Jidosodansho ou se tentou suicídio.

De acordo com as informações da prefeitura, essa garota estava em uma instituição de amparo de menores. 

Mas, o responsável por ela foi buscá-la em 3 deste mês para viverem juntos. No entanto, ela fugiu de casa e foi encontrada na segunda-feira, por isso foi levada para ser temporariamente protegida pelo Jidosodansho.

Fontes: ANN e Tokai TV

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Nitori abre mais lojas na China

Publicado em 9 de novembro de 2022, em Ásia

A companhia japonesa Nitori visa ter 3 mil lojas no mundo até 2032 e está focando em expansão na China, onde ela entrou em 2014, para atingir essa meta.

Fachada de uma loja da Nitori no Japão (ilustrativa/ Wikimedia Commons)

A grande varejista de móveis Nitori Holdings abriu duas lojas em Pequim, suas primeiras na capital da China após entrar no país em 2014.

Publicidade

As lojas em Pequim, que foram inauguradas em 4 de novembro, são a 58ª e a 59ª na China. A companhia japonesa visa alcançar 100 até o fim do próximo ano.

A pandemia de coronavírus e o iene fraco afetaram de forma negativa muitas operações de negócios de companhias japonesas na China.

A Nitori, entretanto, entrou na ofensiva, abrindo novas lojas ao aproveitar a maioria de seus produtos fabricada no país.

No Japão, as lojas da Nitori estão sendo afetadas pelo iene fraco e aumento de custos de envio da China.

Confrontada com a situação, no fim de setembro, a companhia anunciou planos para aumentar os preços de alguns produtos, como móveis, em cerca de 10 a 20 por cento.

O grupo Nitori tem cerca de 860 lojas, das quais aproximadamente 90% estão no Japão.

A companhia visa ter 3 mil lojas no mundo até 2032 e está focando em expansão na China para atingir essa meta.

Fonte: Yomiuri

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros