Japão aprova primeiro medicamento oral contra Covid fabricado no país

A Shionogi tem um contrato com o Ministério da Saúde do Japão para produzir o Xocova para 1 milhão de pacientes.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O medicamento deve ser disponibilizado no início de dezembro (NHK)

O Ministério da Saúde do Japão garantiu na terça-feira (22) o uso de emergência de um medicamento contra covid-19 desenvolvido pela Shionogi.

Publicidade

Ele se tornará o primeiro tratamento oral produzido na nação para pacientes com sintomas leves. Espera-se que o medicamento esteja disponível para uso no início de dezembro.

O ministério diz que o Xocova é eficaz em acelerar a recuperação dos sintomas. De acordo com dados divulgados pela Shionogi do estágio final de seus ensaios clínicos em setembro, pacientes que tomaram o medicamento uma vez por dia durante 5 dias seguidos se recuperaram de sintomas como coriza e febre em 7, ao invés de 8 dias. Uma queda na carga viral também foi reportada.

O ministério assinou um contrato com a Shionogi para fornecer os medicamentos para 1 milhão de pessoas.

Em antecipação a uma nova onda de infecção, o medicamento provavelmente será fornecido a hospitais e clínicas o mais rápido possível e o fluxo deve ser estável porque o medicamento é produzido no Japão. Crianças com idade inferior a 12 anos e gestantes não poderão usá-lo.

O Xocova é o primeiro medicamento que recebeu aprovação de emergência em um sistema estabilizado em maio. Qualquer companhia que recebe aprovação de emergência para seu medicamento deve solicitar aprovação regular posteriormente.

Fonte: Asia Nikkei

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Toyota reduz meta de produção em dezembro, com suspensão parcial em 3 plantas

Publicado em 22 de novembro de 2022, em Economia

A Toyota anunciou a redução da produção em dezembro, com suspensões em 3 plantas, incluindo as de Aichi.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Dianteira do Harrier PHEV (HP)

A gigantesca montadora Toyota Motor informou na terça-feira (22) sobre seu plano de produção global em dezembro, com redução de 6% em relação a novembro e dezembro de 2021.

Publicidade

Informou que serão cerca de 750 mil unidades, sendo 250 mil no Japão e 500 mil no exterior. Isso se deve à contínua escassez de semicondutores, o que impactará na paralisação parcial da produção em 3 plantas domésticas.

A de Takaoka, na cidade de Toyota (Aichi), terá a produção da linha 2 paralisada em 2 sextas-feiras, 2 e 9 de dezembro. 

A linha 1 da planta de Tahara, cidade homônima em Aichi, terá a produção suspensa em 1.º, 2, 9 e 16 de dezembro.

As linhas 1 e 2 da planta de Miyata, da Toyota Kyushu, terá paralisação no dia 28.

Essas paralisações afetarão a produção dos modelos RAV4, Harrier, Land Cruiser e outros da Lexus.

O plano anual da Toyota, de produzir 9,2 milhões de unidades no ano fiscal que termina em março de 2023, permaneceu inalterado.

Fontes: divulgação e Nikkei

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância