Japão iniciará distribuição de medicamento oral contra Covid na próxima semana

O Xocova será entregue para cerca de 2,9 mil instalações médicas que serão listadas nos sites de governos provinciais.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O governo japonês aprovou autorização de emergência do Xocova na terça-feira, 22 de novembro (NHK)

O Japão deve iniciar a ampla distribuição de um medicamento oral contra covid-19 desenvolvido no país, o Xocova (ゾコーバ), a partir de segunda-feira (28), antes do inicialmente planejado.

Publicidade

O governo japonês aprovou autorização de emergência do Xocova na terça-feira (22). O primeiro medicamento japonês contra coronavírus é produzido pela farmacêutica Shionogi.

O Xocova pode ser usado para tratar mesmo sintomas leves.

O ministro da Saúde, Katsunobu Kato, disse aos repórteres nesta sexta-feira (25) que fornecimentos para mais de 1 milhão de pessoas já estavam prontos e preparações para distribuição haviam progredido estavelmente.

Ele disse que o governo, inicialmente, havia planejado começar a fornecer o medicamento no início de dezembro, mas avançou com a data de distribuição para a próxima segunda-feira.

O Xocova será entregue para cerca de 2,9 mil instalações médicas que serão listadas nos sites de governos provinciais.

Especialistas apontaram os desafios de alcançar um balanço entre aprovação rápida e confirmação da eficácia e segurança do medicamento.

Kato disse que quer realizar discussões sobre como lidar com futuras autorizações de emergência.

Fonte: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Oficial da Força de Autodefesa preso por ato libidinoso

Publicado em 25 de novembro de 2022, em Sociedade

Um oficial da base aérea de Gifu foi preso por ato libidinoso contra uma mulher que arrastou para molestá-la na área de um templo.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem meramente ilustrativa de viatura da polícia (Wikimedia)

Segundo informações de quinta-feira (24) da polícia, o oficial da Força de Autodefesa, 山口祐也, 34 anos, foi preso como suspeito de ato libidinoso, cuja vítima foi uma mulher de 18 anos.

Publicidade

Ele teria arrastado a jovem para as dependências de um templo budista em Inuyama (Aichi), na noite de 28 de outubro, quando tocou o corpo dela forçosamente, no busto e nas nádegas.

Segundo a polícia, os dois não se conheciam, a vítima não teve lesões corporais e o agressor sexual foi localizado após denúncia dela.

O oficial pertence à base da Força de Autodefesa Aérea de Gifu e, segundo informações, ele serviu normalmente durante o dia. Não há informação se ele assumiu ou não esse crime.

“Cooperaremos totalmente com a investigação policial e lidaremos estritamente, com base nos fatos que serão revelados no futuro”, declarou um porta-voz da base aérea.

Fontes: CTV, Tokai TV e Nagoya TV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância