Navio da Marinha da China em águas do Japão

O navio militar foi monitorado pela Força de Autodefesa Marinha do Japão enquanto navegava pelas águas ao sul do país.

Navio hidrográfico da Marinha da China (MOD via Sankei)

O Ministério da Defesa do Japão (MOD) informou na quarta-feira (2) que um navio da Marinha da China, do tipo hidrográfico, foi flagrado nas águas territoriais japonesas de Kuchinoerabujima (Kagoshima) até as proximidades de Yakushima. 

Publicidade

Segundo o MOD, por volta das 19h50 de terça-feira (1.º), o navio hidrográfico navegou para nordeste pelas águas contíguas do lado territorial a oeste da ilha de Gajajima (Kagoshima). 

Por volta das 00h10 de quarta-feira entrou nas águas territoriais a sudoeste de Kuchinoerabujima navegou por cerca de 2 horas e 50 minutos e depois de deixar as águas territoriais ao sul de Yakushima, mudou o rumo a sudeste.

Segundo o ministério, as embarcações da Força de Autodefesa Marítima do Japão e 3 aeronaves de patrulha – P-1 e P-3C – da Base Aérea de Kanoya, na província de Kagoshima, estiveram encarregadas da vigilância. Não ocorreu nenhuma ação de segurança marítima estipulada na Lei das Autodefesas, que permite o uso limitado de armas.

O governo do Japão transmitiu suas preocupações ao lado chinês por meio de canais diplomáticos.

Desde novembro do ano passado, esse tipo de embarcação militar vem invadindo as águas territoriais do Japão, mais recentemente em setembro deste ano.

O MOD está analisando as intenções da China. Esta é a 8.ª vez  que um navio da marinha chinesa invadiu as águas territoriais do Japão, incluindo outras áreas.

Fontes: JNN e Sankei 

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Panasonic iniciará construção de nova fábrica de baterias nos EUA

Publicado em 2 de novembro de 2022, em Notícias do Mundo

A nova planta de baterias para VEs será a segunda da Panasonic nos EUA após a “Gigafactory” em Nevada, que é operada juntamente com a Tesla.

A Panasonic espera investir cerca de US$4 bilhões no projeto (banco de imagens)

A unidade de fabricação de baterias da Panasonic Holdings Corp. disse na segunda-feira (31) que iniciará no próximo mês a construção no estado dos Kansas, nos EUA, de uma nova planta para produção de baterias destinadas a veículos elétricos (VEs).

Publicidade

A empresa japonesa espera investir cerca de US$4 bilhões no projeto, amplamente visto como designado a fornecer baterias para a Tesla, em meio a um esforço destinado a reduzir as emissões de dióxido de carbono.

A Panasonic Energy Co. disse que visa começar as operações na planta no ano fiscal de 2024 com uma capacidade de produção inicial de 30 gigawatts por hora.

“Como a mudança global para os VEs acelera, estamos buscando maneiras de fortalecer nossa capacidade de produção de baterias na América do Norte e atender a crescente demanda por parte de parceiras automotivas”, disse o presidente da Panasoni Energy, Kazuo Tadanobu, em um comunicado de imprensa.

A nova planta de baterias para VEs será a segunda da Panasonic nos EUA após a “Gigafactory” em Nevada, que é operada juntamente com a Tesla.

Fonte: Japan Today

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros