Segunda-feira: 42 mil novos casos de coronavírus no Japão

O aumento em relação à segunda-feira da semana anterior foi de quase 5 mil testados positivo. Hokkaido teve queda mas Hiroshima continua com número elevado.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

SARS-CoV-2 (CDC)

O Japão teve 42.424 testados positivo para o novo coronavírus na segunda-feira (21), aumentando a soma cumulativa para 23.814.209 pessoas infectadas nesta epidemia.

Publicidade

Nos aeroportos foram 3 passageiros, totalizando 22.492 nesta epidemia.

As províncias com maiores números são as listadas abaixo.

  1. Tóquio: 4.619
  2. Hokkaido: 3.812
  3. Kanagawa: 3.485
  4. Hiroshima: 2.351
  5. Saitama: 2.163

São 259 pacientes em estado grave, em tratamento da covid no país, tanto na UTI quanto necessitando de ventilação mecânica, 3 a menos que no domingo.

O dia teve 57 óbitos pela covid, elevando a soma cumulativa para 48.338 mortes nesta epidemia.

Veja os dados dos testados positivo, por província no Japão.

REGIÃO
PROVÍNCIA TOTAL
Hokkaido 3.812
Tohoku
Aomori 523
Iwate 534
Miyagi 1.691
Akita 326
Yamagata 624
Fukushima 931
Kanto
Ibaraki 1.240
Tochigi 735
Gunma 695
Saitama 2.163
Chiba 1.638
Tóquio 4.619
Kanagawa 3.485
Hokuriku
Niigata 1.053
Toyama 291
Ishikawa 326
Fukui 332
Koshin
Yamanashi 476
Nagano 1.275
Tokai
Gifu 817
Shizuoka 1.000
Aichi 1.641
Mie 981
Kinki
Shiga 348
Quioto 348
Osaka 1.834
Hyogo 1.133
Nara 199
Wakayama 374
Chugoku
Tottori 213
Shimane 233
Okayama 672
Hiroshima 2.351
Yamaguchi 351
Shikoku
Tokushima 111
Kagawa 208
Ehime 283
Kochi 151
Kyushu
Fukuoka 666
Saga 163
Nagasaki 231
Kumamoto 439
Oita 335
Miyazaki 199
Kagoshima 218
Okinawa 156
TOTAL GERAL 42.424
Fontes: MHLW e NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Companhias aéreas consideram voos com apenas um piloto para cortar custos

Publicado em 21 de novembro de 2022, em Notícias do Mundo

Isso reduziria custos e amenizaria a pressão em relação à escassez de tripulação, mas colocar tal responsabilidade em apenas uma pessoa nos controles é preocupante para alguns.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

Companhias aéreas e reguladoras estão considerando ter apenas um piloto no cockpit de aeronaves de passageiros ao invés de dois.

Publicidade

Isso reduziria custos e amenizaria a pressão em relação à escassez de tripulação, mas colocar tal responsabilidade em apenas uma pessoa nos controles é preocupante para alguns.

Mais de 40 nações incluindo Alemanha, Reino Unido e Nova Zelândia pediram ao órgão das Nações Unidas que estabelecesse padrões de aviação que ajudassem a tornar voos com apenas um piloto uma realidade segura.

A Agência de Segurança de Aviação da União Europeia (EASA) também está trabalhando com fabricantes de aviões para determinar como voos solo seriam operados e preparar regras para supervisioná-los. A EASA disse que tais serviços poderiam começar em 2027.

As mudanças planejadas trazem muitos desafios. Ainda não está claro o que aconteceria se um piloto desmaiasse ou começasse a operar o voo irregularmente. Automação, tecnologia e assistência remota do solo teriam que substituir de alguma forma a experiência, segurança e imediatismo de um segundo piloto.

A aviação vem se aproximando desse ponto por décadas. Nos anos 1950, cockpits de aeronaves comerciais eram mais aglomeradas, tipicamente com um capitão, primeiro oficial ou copiloto, engenheiro de voo, navegador e operador de rádio. Avanços em tecnologia tornaram gradualmente as três últimas posições desnecessárias.

“Estamos potencialmente removendo a última peça de necessidade humana do deck de voo”, escreveu Janet Northcote, chefe de comunicações da EASA, em um email.

Uma condição para operações sejam com um único piloto, é que elas sejam pelo menos tão seguras como com duas pessoas nos controles, de acordo com uma solicitação da UE à Organização de Aviação Civil Internacional.

“As barreiras psicológicas são provavelmente mais difíceis do que as tecnológicas”, disse o presidente da Boeing Co. Southeast Asia, Alexander Feldman, em uma reunião de negócios da Bloomberg em Bangkok (Tailândia) na semana passada.

Fonte: Bloomberg

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância