Shionogi busca aprovação no Japão para sua vacina contra covid-19

A companhia japonesa busca comercializar a dose como vacina primária e reforço contra o coronavírus.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

Na quinta-feira (24), a Shionogi & Co. disse que solicitou aprovação no Japão de sua vacina experimental contra covid-19.

Publicidade

A medida ocorre dois dias após reguladoras japonesas terem concedido aprovação de emergência para o tratamento oral da Shionogi contra coronavírus, o primeiro para uma farmacêutica nacional.

A solicitação para a vacina de proteína recombinante, conhecida como S-268019, foi baseada em resultados de cinco ensaios clínicos no Japão, disse a Shionogi em uma declaração.

A companhia busca comercializar a dose como vacina primária e reforço contra o coronavírus.

Fonte: Asahi

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Cientistas revivem vírus de 48 mil anos da Sibéria

Publicado em 25 de novembro de 2022, em Notícias do Mundo

Uma equipe da Universidade Aix-Marseille na França reestruturou um grupo de vírus de dezenas de milhares de anos para estudar suas origens.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Grande rachadura em permafrost (ilustrativa/banco de imagens)

Cientistas reviveram mais de uma dezena de vírus antigos encontrados no permafrost siberiano.

Publicidade

No que poderia parecer um filme de ficção científica, uma equipe da Universidade Aix-Marseille na França reestruturou um grupo de vírus de dezenas de milhares de anos para estudar suas origens.

Havia 13 no total e eles foram encontrados em “cinco diferentes clados de amostras coletadas no extremo leste congelado russo”, de acordo com a IFLScience.

Três vírus foram descobertos dentro de uma parte das fezes de um mamute de 27 mil anos. Eles foram chamados de Pithovirus mammoth, Pandoravirus mammoth e Megavirus mammoth.

Impressionantemente, os pesquisadores também descobriram um vírus que tem cerca de 48,5 mil anos.

Jean-Michel Claverie, professor de genoma e bioinformática na Escola de Medicina da Universidade Aix-Marseille, disse ao New Scientist que é um “recorde mundial”.

Espera-se que essa pesquisa possa despontar nos anais da história e ver como a humanidade e os animais lidam com esses vírus.

O estudo, que ainda precisa ser revisto em pares, foi publicado no bioRxiv e os autores esperam que essa pesquisa possa ser usada para combater futuros surtos de vírus.

“Como infelizmente bem documentado pela recente (e contínua) pandemia, cada vírus novo, mesmo relacionado a famílias conhecidas, quase sempre exigem o desenvolvimento de respostas médicas altamente específicas, como novos antivirais ou imunizantes”, disseram os autores do estudo no relatório.

Há a preocupação de que se a mudança climática continuar a causar estragos no planeta, vírus que foram trancados em lugares como o permafrost siberiano poderiam ser despertados naturalmente.

Fonte: Unilad

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância