Benefício de 50 mil ienes pelo aumento do custo de vida, para famílias específicas

Esse é um benefício extraordinário concedido pelo governo do Japão para as famílias isentas do imposto municipal ou que tiveram queda brusca de renda.

Folheto explicativo do benefício, enviado pela prefeitura (PM)

O comunicado de um benefício extra no valor de 50 mil ienes, enviado pela prefeitura já deve ter chegado ou chegará em breve. 

Publicidade

Os alvos são as famílias isentas do imposto municipal no ano de 2022 (Reiwa 4), intitulado Benefício de Apoio Emergencial pelo Aumento dos Preços dos Alimentos, Gás e Eletricidade (電力・ガス・食料品等価格高騰緊急支援給付金).

Esse é um benefício criado de forma extraordinária pelo governo do Japão cujo comunicado está sendo enviado pelas prefeituras

São elegíveis também as famílias que tiveram uma queda brusca de renda no ano de 2022, como perda de emprego, por exemplo. Nesse caso devem procurar a prefeitura. O governo explica que no caso de inscrição para ser beneficiado por diminuição da renda mensal, com informações mentirosas, poderá ser acusado de fraude. 

Toque sobre a imagem para ler a explicação detalhada das condições para receber o benefício (Governo)

No envelope enviado pela prefeitura, para as famílias isentas do imposto municipal, há um folheto explicativo, um formulário em japonês que deve ser preenchido com todos os dados requeridos, com campos para anexar uma cópia de um documento de identificação e da caderneta bancária; mais um envelope-resposta para envio da solicitação.

O formulário de solicitação do benefício deve ser enviado até 28 de fevereiro de 2023.

Mais informações podem ser obtidas através do atendimento específico, com ligação gratuita: 0120-526-145, das 9h às 18h durante os dias úteis.

Fonte: Governo

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Índia pode se tornar a 3ª maior economia do mundo até 2030, ultrapassando o Japão

Publicado em 2 de dezembro de 2022, em Ásia

A Índia tem as condições em curso para um auge econômico alimentado por investimento em fabricação, transição de energia e a avançada infraestrutura digital do país.

Cédula de rupias indianas (banco de imagens)

A Índia deve ultrapassar o Japão e a Alemanha para se tornar a terceira maior economia do mundo, de acordo com a S&P Global e a Morgan Stanley.

Publicidade

A previsão da S&P é baseada na projeção de que o crescimento do Produto Interno Bruto Nominal anual da Índia ficará na média de 6,3% até 2030. Similarmente, a Morgan Stanley estima que o Produto Interno Bruto (PIB) da Índia provavelmente mais que dobrará dos atuais níveis até 2031.

“A Índia tem as condições em curso para um auge econômico alimentado por deslocalização, investimento em fabricação, transição de energia e a avançada infraestrutura digital do país”, escreveram analistas da Morgan Stanley liderados por Ridham Desai e Girishi Acchipalia no relatório.

“Esses condutores tornarão a Índia a terceira maior economia e mercado de estoques antes do fim desta década”.

A Índia registrou um crescimento de 6,3% ano a ano para o trimestre de julho a setembro, ligeiramente maior do que uma pesquisa de previsão da Reuters de 6,2%.

Antes disso, a Índia registrou uma expansão de 13,5% para o período abril a junho comparado há 1 ano, sustentada pela demanda doméstica robusta no setor de serviços do país.

O país registrou um crescimento recorde de 20,1%  ano a ano nos 3 meses até junho de 2021, de acordo com dados do Refinitiv.

Fonte: CNBC

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros