Calça de 1857, ‘a mais antiga do mundo’ é vendida por US$114 mil

A calça branca e resistente de um minerador com cinco botões estava entre 270 artefatos da era da Febre do Ouro vendidos por um total de aproximadamente US$1 milhão.

Ilustrativa (banco de imagens)

Retirada de um baú de um navio que afundou em 1857 ao largo da costa da Carolina do Norte, nos EUA, a calça de trabalho que representantes de leilão descrevem como o jeans mais antigo do mundo, foi vendida por US$114 mil.

Publicidade

A calça branca e resistente de um minerador com cinco botões estava entre 270 artefatos da era da Febre do Ouro vendidos por um total de aproximadamente US$1 milhão em Reno na semana passada, de acordo com a Holabird Western Americana Collections.

Há um desentendimento sobre se a calça cara tem alguma relação com o pai do jeans azul da era moderna, Levi Strauss, visto que ela precede em 16 anos o primeiro oficialmente fabricado pela Strauss & Co. sediada em São Francisco em 1873.

Alguns dizem que evidência histórica sugere que há ligações com Strauss, que era um distribuidor rico de comida seca da época, e a calça poderia ser uma primeira versão do que se tornaria o icônico jeans.

Mas a historiadora e diretora de arquivos da companhia, Tracey Panek, diz que quaisquer afirmações sobre as origens são “especulações”.

“A calça não é da Levi e não acredito que é uma calça de trabalho de um minerador”, escreveu ela em um email ao Associated Press.

Independentemente de sua origem, não há como negar que a calça foi fabricada antes do S.S. Central America ter afundado em um furacão em 12 de setembro de 1857, repleto de passageiros que começaram uma jornada em São Francisco e estavam a caminho de Nova Iorque via Panamá.

E não há indicação que exista calça de trabalho mais antiga que remonta à era da Febre do Ouro.

Fonte: Yahoo News

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Frio congelante em Tokai e primeiras neves e geada no Japão

Publicado em 15 de dezembro de 2022, em Tempo

O frio intenso deverá dar uma trégua na tarde de quinta e na sexta-feira, mas voltará no sábado e domingo.

Primeiros flocos de neve na cidade de Gifu (Tokai TV)

Com essa aproximação da massa siberiana o Japão está com temperaturas de alto inverno. Foram constatadas as primeiras neves e também geada no país. 

Publicidade

Em Nagoia (Aichi) a temperatura da manhã de quinta-feira (15) foi a mais gelada desta temporada, marcando 2ºC. Apesar disso não teve neve mas sim a primeira geada, com 15 dias de atraso em relação à média anual. 

Primeira geada desta temporada em Nagoia, na quinta-feira (Nagoya TV)

Não foi só na capital de Aichi que teve registro de frio congelante. Na cidade de Kameyama (Mie) a mínima da manhã foi de -3,6ºC e em Takayama (Gifu) foi de -3,3ºC. 

As pessoas que saíram para o trabalho ou escola tiveram que usar casacos, luvas e cachecóis. 

Rush das primeiras neves

No dia anterior, quarta-feira (14) foram registradas as primeiras neves nas cidades de Hiroshima (província homônima), Shimonoseki (Yamaguchi), Matsue (Shimane), e até nas dunas de Tottori (província homônima).

Na região Kyushu, foi na cidade de Fukuoka que as pessoas puderam ver os primeiros flocos de neve, 4 dias antes da média normal. Na região Hokuriku, as 3 capitais – Fukui, Kanazawa e Toyama – tiveram o registro também.

Na região Tokai, foi na cidade de Gifu e no vilarejo de Shirakawa, ambos na província de Gifu.

Embora o frio congelante dê uma trégua na quinta-feira, deverá voltar no final de semana.

Fontes: Chugoku, NHK, Tenki, Asahi, Nagoya TV e Tokai TV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros