Mais ondas de frio com neve, clima seco em outras áreas e o primeiro amanhecer

Apesar das ondas de frio sobre o arquipélago, será possível ver os primeiros raios de sol de 2023 em boa parte do país.

Homem com casaco no local com neve (Pexels)

Na quinta-feira (29) a previsão indica que mais uma onda de frio se aproxima do arquipélago, a cerca de 1,5 mil metros acima do nível do mar, com uma massa de -6ºC. 

Publicidade

Por isso, a faixa entre Hokkaido a Shimane, do lado do Mar do Japão, deverá sofrer novamente com a queda de neve acompanhada de ventos fortes. 

Mas, essa onda deverá passar logo, amenizando a temperatura nessa faixa.

Frio mas céu limpo

Por outro lado, as províncias banhadas pelo Oceano Pacífico, de Tóquio a Fukuoka, o céu deverá continuar limpo, até segunda-feira (2). 

Mas, o que deve incomodar é o clima seco, com baixo índice de umidade. Por isso, é preciso tomar cuidado com as vias respiratórias e com o uso do fogo, o qual pode se alastrar rapidamente.

Apesar das baixas temperaturas, caso queira ver o primeiro nascer do sol de 2023, veja qual é a previsão na sua região.

Outra frente fria

No entanto, a alegria de ficar livre da neve não dura muito. Há previsão de retorno da frente fria, na segunda-feira (2), novamente na faixa do Mar do Japão. Hokkaido e Tohoku poderão ter nevasca de novo, enquanto Tottori poderá ter queda de neve ou chuva gelada.

Acompanhe a situação da neve em tempo real (toque aqui).

Fontes: Yahoo!, Tenki e AM

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Morre em Okinawa a mais longeva da província

Publicado em 28 de dezembro de 2022, em Sociedade

Ela era a mais longeva dos 1.334 idosos com idade acima dos 100 anos da província.

Foto da longeva que morreu, cedida pelos familiares para Ryukyu Shimpo

A imprensa local informou na quarta-feira (28), que a idosa 我謝マツ (Matsu Gaja), faleceu com 114 anos, às 17h20 de domingo (25), em um hospital da cidade de Ginowan (Okinawa), devido à idade avançada.

Publicidade

Matsu era a pessoa mais longeva da província de Okinawa, a qual nasceu e viveu na vila de Nakagusuku. A cerimônia fúnebre será realizada na sexta-feira (30). Ela deixou seu filho mais velho, Shigeaki, netos e bisnetos.

Matsu passou por muitas vicissitudes. Perdeu o marido no campo de batalha durante a Guerra do Pacífico. Depois, sua filha mais velha morreu imediatamente após o fim da guerra.

Depois da guerra, ela ganhou a vida na agricultura para criar seus filhos. Segundo uma pessoa da família enlutada, ela tinha uma personalidade forte e queria fazer tudo sozinha. Trabalhou até os 90 anos, cultivando hortaliças, cozinhava e comia da sua própria comida. 

A Divisão de Bem-Estar e Assistência a Idosos da Província de Okinawa anunciou em setembro de 2022 que o número de pessoas com mais de 100 anos chegou a 1.334. A grande maioria é do sexo feminino, com 1.182 longevas e Matsu era uma delas.

Em comparação ao ano passado o número aumentou em 65 pessoas, sendo que marca um recorde desde 1974, quando começaram as estatísticas.

Fontes: Ryukyu Shimpo e Okinawa Times

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros