Média de 26,5% de taxa de anticorpos do coronavírus no Japão

O que se percebeu nessa pesquisa é que há uma grande diferença entre as províncias com a maior e menor taxa de anticorpos contra a covid.

Coleta de sangue para analisar anticorpos do coronavírus (RBC)

O Conselho Consultivo, uma organização especializada que assessora o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar do Japão (MHLW) nas novas medidas contra o novo coronavírus, informou que a taxa média de posse de anticorpos que pode ser produzida quando as pessoas são infectadas é de 26,5%.

Publicidade

Essa pesquisa foi feita em 8.260 pessoas de todo o país que realizaram exames de sangue para verificação dos anticorpos, entre 6 e 13 de novembro para verificar o histórico de infecção pelo coronavírus.  

Em comparação com os resultados obtidos de 5 províncias, em fevereiro e março deste ano, que ficaram na faixa entre 1,49 a 5,65%, houve um aumento significativo após a 7.ª onda de infecção no verão deste ano.

Em ordem decrescente, Okinawa foi a província que obteve a maior taxa, de 46,6%. Foi seguida por Osaka com 40,7% e Kagoshima com 35,2%. Tóquio ficou um pouco acima da média com 31,8%. 

A relação causal com o quadro de infecção diária em Okinawa, que continua sendo o menor por população, não foi esclarecida.

Na região Tokai a província de Aichi teve a melhor taxa (27,5%) enquanto Gifu a mais baixa. No entanto, de todas as 47 províncias, Nagano foi a que teve a taxa mais baixa, de 9%.

Por faixa etária, a taxa de prevalência de anticorpos é maior nas entre a população jovem, de 38% entre os 16 e 19 anos; 36% na casa dos 20 anos e 30% na faixa dos 30. Vai caindo conforme avança a idade, sendo que na casa dos 60 anos chega a 16,5%.  

Veja as taxas de imunidade por província.

REGIÃO PROVÍNCIA % TX. ANTICORPOS
Hokkaido 22,4%
Tohoku Aomori 21,4%
Iwate 16,5%
Miyagi 20,3%
Akita 18,7%
Yamagata 19,5%
Fukushima 20,8%
Kanto Ibaraki 23,5%
Tochigi 25,5%
Gunma 20,4%
Saitama 28,6%
Chiba 26,7%
Tóquio 31,8%
Kanagawa 31,6%
Hokuriku Niigata 15,0%
Toyama 19,9%
Ishikawa 22,2%
Fukui 24,4%
Koshin Yamanashi 26,7%
Nagano 9,0%
Tokai Gifu 15,5%
Shizuoka 24,4%
Aichi 27,5%
Mie 21,6%
Kinki Shiga 25,8%
Quioto 34,9%
Osaka 40,7%
Hyogo 30,0%
Nara 30,0%
Wakayama 25,0%
Chugoku Tottori 21,2%
Shimane 18,5%
Okayama 28,6%
Hiroshima 17,1%
Yamaguchi 23,3%
Shikoku Tokushima 13,1%
Kagawa 30,9%
Ehime 14,4%
Kochi 30,8%
Kyushu Fukuoka 29,2%
Saga 28,3%
Nagasaki 31,9%
Kumamoto 32,9%
Oita 24,9%
Miyazaki 31,3%
Kagoshima 35,2%
Okinawa 46,6%
Fontes: Mainichi, SBC e RBC

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Veja quais são as cidades mais caras do mundo

Publicado em 2 de dezembro de 2022, em Notícias do Mundo

A pesquisa compara custos em dólares americanos para produtos e serviços em 173 cidades. Nova Iorque e Singapura ficaram no topo da lista.

Singapura (à esq.) e Nova Iorque (à dir.) são as cidades mais caras do mundo (banco de imagens)

As cidades mais caras do mundo são juntamente Nova Iorque e Singapura, de acordo com a pesquisa anual do Economist Intelligence Unit (EIU).

Publicidade

Essa é a primeira vez que Nova Iorque ficou na posição de topo nos rankings. A número 1 do ano passado, Tel Aviv, agora está em 3º.

No geral, o custo médio de vida nas maiores cidades do mundo aumentou em 8,1% neste ano, divulga a pesquisa da EIU.

A guerra na Ucrânia e o impacto da Covid nas redes de fornecimento foram identificados como fatores por trás do aumento.

A alta inflação nos EUA foi uma das razões pelas quais Nova Iorque ficou no topo da lista.

A pesquisa compara custos em dólares americanos para produtos e serviços em 173 cidades. Kiev não foi incluída na revisão deste ano.

A EIU comparou mais de 400 preços individuais de 200 produtos e serviços de 172 cidades em todo o globo.

Upasana Dutt, responsável por liderar a pesquisa, disse que a guerra na Ucrânia, sanções do Ocidente sobre a Rússia e políticas zero Covid da China “causaram problemas nas redes de fornecimento”.

“Isso, combinado com altas taxas de juros mudanças nas taxas de câmbio, resultaram em uma crise de custo de vida no mundo” acrescentou Dutt.

As cidades mais caras em 2022:

Posição Cidade País/Nação
1 Nova Iorque EUA
1 Singapura Singapura
3 Tel Aviv Israel
4 Hong Kong China
4 Los Angeles EUA
6 Zurique Suíça
7 Genebra Suíça
8 São Francisco EUA
9 Paris França
10 Sydney Austrália
10 Copenhague Dinamarca

As cidades menos caras em 2022:

Posição Cidade País/Nação
161 Colombo Sri Lanka
161 Bangalore Índia
161 Argel Argélia
164 Chennai Índia
165 Ahmedabad Índia
166 Almaty Cazaquistão
167 Karachi Paquistão
168 Tashkent Uzbequistão
169 Tunis Tunísia
170 Teerã Irã
171 Trípoli Líbia
172 Damasco Síria
Fonte: BBC

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros