Choque entre trem e carro mata 2 pessoas

Uma colisão no cruzamento férreo arrastou o kei por 300 metros, o qual ficou praticamente sob o trem.

Kei ficou praticamente sob o trem (helicóptero da ANN)

Pouco depois das 8h de sexta-feira (6), um trem de 10 vagões com destino a Shinagawa colidiu com uma wagon kei no cruzamento ferroviário em Obara, cidade de Kasama (Ibaraki), na linha JR Joban.

Publicidade

Duas pessoas que estavam no kei foram resgatadas por volta das 11h, já inconscientes, mas segundo a polícia, a morte delas foi confirmada depois.

A polícia se apressa para confirmar a identidade delas, sendo uma adulta e outra adolescente.

Os cerca de 500 passageiros e tripulantes a bordo do trem que colidiu não ficaram feridos.

De acordo com JR East, o kei ficou gravemente danificado após ser arrastado por mais de 300 metros do cruzamento da ferrovia.

Além disso, o cruzamento onde ocorreu o acidente é uma passagem de nível com alarme e cancela. A polícia está investigando as circunstâncias do acidente.

Devido ao acidente, a linha Joban suspendeu a operação entre as estações de Mito e a de Hatori, em Ibaraki.

A previsão de recuperação da operação da linha foi por volta das 16h de sexta-feira.

Momento do resgate das vítimas (NHK)

Fontes: ANN e NHK

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

XBB.1.5 é a variante da Covid mais transmissível identificada até agora, diz OMS

Publicado em 6 de janeiro de 2023, em Notícias do Mundo

A XBB1.5, apelidada de ‘Kraken’, é mais contagiosa devido à mutação a qual permite que o vírus se firme às células humanas e se repliquem facilmente.

A XBB.1.5 está se espalhando rápido nos EUA (ilustrativa/banco de imagens)

Uma nova variante da covid-19 que se espalha rápido nos EUA e em partes da Europa está levando a preocupações sobre um aumento nas infecções, mas especialistas dizem que a cepa, enquanto altamente contagiosa, não parece deixar as pessoas mais doentes.

Publicidade

A mais recente sublinhagem da ômicron, a XBB.1.5, é a “subvariante mais transmissível que foi detectada até agora”, disse um funcionário da Organização Mundial da Saúde (OMS) na quarta-feira (4).

Entretanto, não há indicação que ela seja mais grave do que versões anteriores da ômicron, disse a epidemiologista de doenças infecciosas, Maria Van Kerkhove, a líder técnica da covid-19 da OMS.

Cientistas continuam a reunir dados e analisar a XBB.1.5, mas grandes preocupações vão surgir apenas se a subvariante mudar em comportamento e liderar a propagação e mais sintomas graves, disseram especialistas.

O número de infecções nos EUA vem dobrando a cada duas semanas, e a XBB.1.5 é agora a variante mais comum no país, disse a mídia do país.

A subvariante foi detectada em pelo menos 29 países até agora e a OMS alertou sobre sua vantagem de crescimento devido a sua natureza altamente transmissível.

A OMS ainda não tem quaisquer dados sólidos sobre a gravidade da XBB1.5. Especialistas acreditam que os sintomas são muito similares a outras variantes da ômicron.

Fonte: Channel News Asia

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros