OMS investiga ligação entre xarope e morte de mais de 300 crianças em 3 países

As mortes em decorrência de insuficiência renal aguda começaram em julho de 2022 em Gâmbia, seguidas por casos na Indonésia e Uzbequistão.

Ilustrativa (banco de imagens)

A Organização Mundial da Saúde (OMS) está investigando se há alguma conexão entre xaropes para tosse contaminados com as mortes de mais de 300 crianças em 3 países, disse à agência Reuters uma pessoa com conhecimento do assunto.

Publicidade

Citando “níveis inaceitáveis” de toxinas nos produtos, a OMS está buscando mais informação sobre as matérias-primas específicas usadas por 6 fabricantes na Índia e Indonésia para produzir medicamentos ligados às mortes recentes, assim como se as companhias os obtiveram alguns dos mesmos fornecedores, disse a pessoa.

A OMS também está considerando se advertirá famílias globalmente para reavaliarem o uso de xaropes para tosse destinado a crianças em geral enquanto questões sobre a segurança desses produtos continuam pendentes, disse a pessoa.

As mortes em decorrência de insuficiência renal aguda começaram em julho de 2022 em Gâmbia, seguidas por casos na Indonésia e Uzbequistão. A OMS disse que as mortes foram ligadas a xaropes para tosse que as crianças tomam para doenças comuns e que continham uma toxina conhecida, dietilenoglicol ou etilenoglicol.

Até agora, a OMS identificou 6 farmacêuticas na Índia e na Indonésia que produziram os xaropes. Essas fabricantes se negaram a comentar sobre a investigação ou negaram o uso de materiais contaminados que contribuíram para as mortes.

“Isso é da mais alta prioridade para nós, não ver mais mortes de crianças em decorrência de algo que é tão evitável”, disse a porta-voz da OMS, Margaret Harris, sem comentar mais detalhes sobre o trabalho da organização.

A agência de saúde das Nações Unidas disse na segunda-feira (23) que havia ampliado sua investigação sobre potencial contaminação por dietilenoglicol e etilenoglicol em xaropes para tosse em mais 4 países onde os mesmos produtos podem ter sido vendidos: Camboja, Filipinas, Timor-Leste e Senegal.

Ela pediu a outros governos e à indústria farmacêutica global que lançassem verificações urgentes para erradicar medicamentos de qualidade inferior e melhorar regulamentação.

Fonte: Japan Today

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Mie é a província de Tokai com recorde no acúmulo de neve

Publicado em 25 de janeiro de 2023, em Tempo

A capital da província de Mie teve um acúmulo recorde de neve. Já ocorreram acidentes com pessoas feridas e paralisação no tráfego.

Tsu na primeira hora de quarta-feira com recorde de acúmulo de neve (PM)

A temida nevasca não foi tão forte quanto se esperava, na região Tokai, mas a cidade de Tsu (Mie) teve um recorde de acúmulo de neve, chegando a 11 centímetros. Segundo o Observatório Meteorológico local isso nunca tinha acontecido desde 1889, quando começaram as estatísticas.

Publicidade

Às 9h de quarta-feira (25), a quantidade de neve acumulada foi de 75 centímetros na vila de Shirakawa (Gifu), 67cm em Hida, 20cm em Takayama, todas da província de Gifu

Mas, como a queda de neve continua em Gifu, Mie e Aichi, a possibilidade de acúmulo até a manhã de quinta-feira aumenta. Prevê-se 40cm nas áreas montanhosas de Gifu, enquanto nas planícies deva ficar em torno de 25cm. Para Mie a previsão é de 15 centímetros e 5cm nas planícies da província de Aichi. A previsão é de queda de neve na sexta-feira (27) em Nagoia.

O frio é rigoroso nas 3 províncias. Às 9h foram registrados -2ºC em Nagoia (Aichi), -1,9ºC em Gifu (província homônima) e -1,1ºC em Tsu. Em Nagoia chegou a -3,4ºC  e -11,6ºC em Takayama, como mínima do dia.

Consequências da nevasca

Os trens da JR que operam em Mie e Gifu tiveram operações atrasadas nos trechos Yokkaichi a Kameyama e Gero a Inotani.

Além disso, o shinkansen também sofreu atraso por causa de paradas nos trechos com neve em Ogaki, por exemplo.

Shinkansen parado em Ogaki (PM)

A linha da Kintetsu que opera em Mie, em Toba, também está com operação controlada.

As vias expressas Tokai-Kanjo, Meishin, Shin Meishin e Tokai Hokuriku estão com trechos interrompidos para tráfego, em Mie e Gifu.

O pedido das autoridades é que os motoristas trafeguem com pneus para neve nas vias expressas e rodovias dos locais onde a neve continua, especialmente em Gifu e Mie.

Via expressa em Mie na noite de terça-feira (Tokai TV)

Já ocorreram 235 derrapagens na neve na província de Mie, até as 8h de quarta-feira, causando 10 feridos

Em Yokkaichi teve uma paralisação de 3 horas causada por um carro que encalhou na neve, na manhã de quarta-feira.

Cuidados durante e depois da nevasca

A AMJ alerta em relação aos distúrbios no tráfego devido a neve pesada e superfícies das rodovias congeladas, além de interrupções no transporte público. Por isso, se costuma se locomover de carro, trem ou ônibus, deve sair de casa com bastante antecedência.  

Paisagem de Ogaki na manhã de quarta-feira e formação de sincelos por causa do frio congelante (PM)

Além disso, poderão ocorrer danos nos cabos de energia elétrica, avalanches, congelamento das tubulações de água e danos nas estufas agrícolas.

Assista às imagens de neve em vários locais de Gifu.

Fontes: CBC TV, NHK, Gifu Shimbun e Tokai TV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros