Perigo de colisão frontal: 2 trens na mesma linha

Dois trens se aproximam por 600 metros frontalmente e tiveram que fazer parada de emergência

Imagem: Yomiuri

Na noite de quinta (2), houve um problema na Linha JR Kawagoe onde os 2 trens, de chegada e saída, se aproximaram pelo mesmo trilho. Devido ao incidente, os passageiros ficaram presos por cerca de 3 horas, e a JR está investigando a causa do problema.

Publicidade

Por volta das 22h do dia 2, trens de 10 vagões, de chegada e de saída, se aproximaram na mesma linha ficando a 600 metros de distância, entre a Estação Sashiogi na cidade de Saitama e a Estação Minami-Furuya na cidade de Kawagoe na Linha JR Kawagoe. Os condutores fizeram uma parada de emergência para evitar uma colisão.

Devido a isso, a Linha Kawagoe parou de circular por cerca de 3 horas entre a Estação Omiya e a Estação Kawagoe, e cerca de 200 passageiros ficaram presos dentro dos dois trens.

A operação foi retomada após às 1h de sexta (3) e, de acordo com JR East, não houve feridos. Cerca de 5.500 pessoas foram afetadas.

A maior parte da Linha Kawagoe é uma via única, com algumas exceções, e a JR está investigando a causa do problema porque as linhas de entrada e saída geralmente se cruzam apenas em determinados pontos, como estações.

Diversos passageiros voltaram para casa de táxi devido ao problema.

Fonte: NHK

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Incêndio no prédio em obra alastra para outros em Hong Kong

Publicado em 3 de março de 2023, em Ásia

O clima foi de pavor, pois o fogo se espalhou rapidamente e mais de uma centena de pessoas foram evacuadas, além de 2 socorridas. Veja o vídeo.

Incêndio em larga escala espalha para outros 3 prédios, em Hong Kong (ANN)

Um incêndio eclodiu em um arranha-céu em construção por volta das 23h11 de quinta-feira (2), em Tsim Sha Tsui, um grande distrito comercial de Hong Kong. Os bombeiros chegaram 5 minutos depois da chamada e trabalharam a noite toda.

Publicidade

O canteiro de obras é uma reconstrução do antigo hotel Mariner’s Club, que foi inaugurado em 1967 e foi demolido em 2018, situado em uma área comercial bastante movimentada, com shopping centers e prédios residenciais. 

Segundo o South China Morning Post, as chamas provocaram incêndios em 3 edifícios vizinhos mas foram contidos rapidamente. De acordo com a ANN, 2 pessoas foram socorridas.

Os noticiários relatam que os andaimes de bambu entraram em colapso, espalhando ainda mais o fogo, pois caíam fagulhas uma após a outra. Os bombeiros avisaram os residentes dos prédios vizinhos para fecharem as janelas e as portas, e agir com calma.

As imagens mostram centenas de pessoas na rua observando esse incêndio em grande escala.

Na manhã de sexta-feira (3), Keung Sai-Ming, vice-diretor dos bombeiros de Hong Kong, disse aos repórteres que 250 bombeiros e trabalhadores de resgate lutaram contra os incêndios durante toda a noite antes de serem extintos por volta das 8h. Explicou que o fogo em larga escala se espalhou por causa dos fortes ventos.

No total, 170 pessoas residentes nos prédios vizinhos foram evacuadas sob orientação dos bombeiros e da polícia.

A causa do incêndio está sob investigação, já que nesse horário não havia ninguém na obra e tampouco havia algo que pudesse desencadear as chamas.

Assista ao vídeo com imagens chocantes.

Fontes: ANN, South China Morning Post e TMHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Nihongo - Estude em casa com o Kumon!
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Empregos para estrangeiros no Japão UT Suri-emu
Bell Mart - Produtos brasileiros no Japão