Pássaros causam atraso em 18 voos no aeroporto de Naha

Por causa dos 3 relatos de problemas com aves, as pistas do aeroporto de Naha foram fechadas 3 vezes para inspeção.

Vista aérea do Aeroporto de Naha, em Okinawa (Okinawa Times)

No domingo (4) as pistas de embarque e desembarque do Aeroporto de Naha (Okinawa) foram fechadas 3 vezes por causa dos relatos de bird strike, o que pode ser traduzido como risco aviário, ou colisão de pássaros contra a aeronave.

Publicidade

O primeiro relato foi por volta das 9h35, do piloto do avião da Skymark, voo 503, o qual partiu do aeroporto de Fukuoka para pouso em Naha. A Skymark informou que embora o piloto tenha relatado para a torre de controle que “algo atingiu a aeronave”, não foi constatado dano. 

O segundo relato foi do piloto da All Nippon Airways (ANA), por volta das 9h50, dizendo que “pássaros cruzaram a frente durante a decolagem”.

Depois de receber os relatos, a operadora do aeroporto de Naha fechou todas as pistas para inspeção, o que durou cerca de 17 minutos. Depois disso, o piloto de uma aeronave de pequeno porte que estava prestes a decolar informou que viu um pássaro caído na pista. Novamente foi feita inspeção na pista de decolagem, entre 10h40 às 10h50.

Por conta disso, 18 voos foram prejudicados com atrasos. Soube-se que dois da Peach Aviation tiveram atraso de até 30 minutos.

Fontes: Okinawa Times e Ryukyu Shimpo

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Empresas no Japão desenvolvem sistema de inteligência artificial para educação

Publicado em 5 de junho de 2023, em Sociedade

Empresas japonesas estão introduzindo IA em salas de aula a fim de tornar o aprendizado mais envolvente para os estudantes.

Ia pode ajudar a tornar o aprendizado mais envolvente para estudantes (ilustrativa/banco de imagens)

A inteligência artificial (IA) está fazendo grande incursão em muitos aspectos de nossas vidas diárias.

Publicidade

Agora, empresas japonesas estão a introduzindo em salas de aula para tornar o aprendizado mais envolvente para os estudantes.

Um sistema auxiliado por IA lançado pela Konica Minolta, no mês passado, analisou as respostas de estudantes usando imagens tiradas durante as aulas.

Ele compila dados dos níveis de concentração de estudantes baseado na direção de seus olhares e na maneira que eles levantam as mãos.

A Konica Minolta acredita que o modo de comunicação e ensino do professores se tornará mais adequado para as crianças ao usar seu sistema.

A Techno Horizon, uma empresa de tecnologia da informação (TI) sediada em Nagoia (Aichi), desenvolveu uma tecnologia alimentada por IA que analisa o estado emocional dos estudantes.

Ela está conectada à câmera embutida nos tablets que os estudantes usam. Ela pode dizer se eles estão animados, entediados ou sob estresse a partir de ondas de pulso em suas testas e movimentos da cabeça.

A Techo Horizon diz que ao analisar anos de dados por vários meses, o sistema pode detectar mudanças repentinas em certos estudantes e sinais de bullying.

A empresa visa tornar a tecnologia disponível para uso em sala de aula antes do fim do atual ano fiscal.

Ambas as tecnologias seriam usadas com o consentimento tanto dos estudantes como de seus pais.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!