Tufão Khanun: depois dos danos em Okinawa deverá seguir para o arquipélago principal

Foram mais de 44 horas de vendaval, apagões e tensão em Okinawa. O tufão faz um V, volta sobre Okinawa e depois segue para o arquipélago principal.

Caixa d’agua que caiu de um prédio, na calçada em Naha; e motoneta jogada pelo vendaval se fixa no poste (FNN)

Na quinta-feira (3), a cidade e ilha de Miyakojima (Okinawa) está sob a área de tempestade do sexto tufão do ano, Khanun, de categoria grande e extremamente forte, mantendo os 935hPa. 

Publicidade

Com movimento lento, faz um V e deverá assolar a ilha principal de Okinawa novamente na sexta-feira (4) e sábado, depois deverá seguir em direção a Kyushu. A previsão indica que o tufão Khanun poderá seguir pelo Oceano Pacífico, classificado como forte, pois estima-se que sua pressão atmosférica central aumente para 950hPa.

Por isso, a população deve ficar atenta ao seu curso, a fim de tomar providências antes da passagem dele, para quem mora em Kyushu, Shikoku e Kansai. Ainda não se sabe se o tufão Khanun seguirá para Tokai. É preciso tomar todos os cuidados possíveis, pois ele causou danos severos em Okinawa.

Mortes e danos em Okinawa

Por volta das 6h de quinta-feira, a ilha principal de Okinawa teve os alertas de vendaval suspensos. Da noite de segunda à noite de quarta-feira o Khanun causou danos irreparáveis como a morte de 2 pessoas, uma soterrada e outra pelo incêndio. Pelo levantamento do Okinawa Times, são pelo menos 36 pessoas feridas.

Estabelecimento comercial desabou com o vendaval e o teto do veículo foi arrancado pelo vento (FNN)

Ocorreram vários danos materiais, como estabelecimentos comerciais e residenciais derrubados, paredes removidas, telhados levados pela ventania, portas de aço arrancadas, carros e motos danificados, caixas d’água que caíram na rua, árvores derrubadas, maré alta combinada com ondas elevadas causaram inundação, entre outros.

Além disso, 37% da província teve corte de energia elétrica, por conta dos rompimentos dos cabos, postes derrubados e outras situações. É a primeira vez desde 2009 quando começaram as estatísticas que se mede rajadas de vento tão fortes. Por volta das 4h de quarta-feira, o registro foi de 52,5 metros por segundo (189km/h), em Naha.

Foram instalados locais de abrigo pelas 39 prefeituras das cidades e vilas, para receber os residentes e também os turistas. 

Os supermercados, hospitais, parte das lojas de conveniência, restaurantes e outros estabelecimentos fecharam as portas na terça e quarta, e reabriram na quinta-feira. O transporte coletivo voltou a funcionar também na mesma manhã.

Porém, como os aeroportos e portos estão com as operações suspensas, há uma séria preocupação com o transporte dos alimentos e produtos do cotidiano, os quais podem ficar escassos temporariamente.

O turismo é outro segmento fortemente afetado por causa do tufão, com prejuízos ainda não calculados. 

Previsão de curso do tufão 6: Kyushu e Kansai poderão ser afetados (Tenki)

Fontes: AMJ, Tenki, Ryukyu Shimpo, Okinawa Times, FNN e NTV

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Preço médio da gasolina no Japão alcança o maior nível em 15 anos

Publicado em 3 de agosto de 2023, em Sociedade

O preço médio da gasolina regular situou-se a ¥176,70 por litro desde a segunda-feira (31), avançando 1,9 iene de 24 de julho e alcançando se maior nível desde agosto de 2008.

Os preços da gasolina estão projetados para continuar a subir até a próxima semana (ilustrativa/banco de imagens)

O preço médio da gasolina no Japão subiu para seu maior nível em 15 anos, mostraram dados da indústria na quarta-feira (2), visto que os subsídios oferecidos do governo para reduzir altas de preços vem caindo gradualmente.

Publicidade

De acordo com o Ministério da Economia, Comércio e Indústria, o preço médio da gasolina regular situou-se a ¥176,70 por litro desde a segunda-feira (31), avançando 1,9 iene de 24 de julho e alcançando se maior nível desde agosto de 2008.

É esperado que o preço aumente mais e afete famílias se o governo suspender o programa de subsídio, designado a reduzir o impacto de um aumento nos preços da gasolina e de outros combustíveis, no fim de setembro como planejado.

O programa começou em janeiro de 2022 e foi estendido várias vezes para manter o preço médio da gasolina a ¥168 por litro.

Enquanto os preços do petróleo bruto estejam aumentando após a invasão da Rússia à Ucrânia, a tendência de alta foi suportada por cortes adicionais de produção de petróleo por países que produzem o combustível fóssil, incluindo Arábia Saudita, de acordo com o ministério.

Os preços da gasolina estão projetados para continuar a subir até a próxima semana, de acordo com um funcionário do Centro de Informação Petróleo, que conduziu a pesquisa.

Em agosto de 2008, os preços por litro da gasolina marcaram uma alta recorde de ¥185,10, visto que o consumo de petróleo na China aumentou.

Fonte: Nippon

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!