Verme vivo de 8cm é encontrado em cérebro de mulher na Austrália

A estrutura ‘similar a uma corda’ foi retirada do lobo frontal lesionado da paciente durante uma cirurgia em Canberra, na Austrália, no ano passado.

‘Definitivamente não foi o que estávamos esperando. Todos ficaram chocados’, disse a cirurgiã responsável pela operação (ilustrativa/banco de imagens)

Pela primeira vez no mundo, cientistas dizem que um verme de 8cm foi encontrado vivo no cérebro de uma mulher australiana.

Publicidade

A estrutura “similar a uma corda” foi retirada do lobo frontal lesionado da paciente durante uma cirurgia em Canberra no ano passado.

“Definitivamente não foi o que estávamos esperando. Todos ficaram chocados”, disse a cirurgiã Hari Priya Bandi.

A mulher, de 64 anos, vinha sofrendo há 4 meses de sintomas como dor no estômago, tosse e suores noturnos, que evoluíram para esquecimento e depressão.

Ela foi internada no fim de janeiro de 2021, e um exame revelou posteriormente “uma lesão atípica dentro do lobo direito frontal do cérebro”.

Contudo, a causa de sua condição só foi revelada pelo instrumento da Dra. Bandi durante uma biópsia em junho de 2022.

O parasita vermelho poderia estar vivo no cérebro da mulher por até 2 meses, disseram os médicos.

A mulher, que morava perto da área de um lago no sudeste do estado de South Wales, está se recuperando bem.

Acredita-se que seu caso seja o primeiro de uma invasão de larva e desenvolvimento no cérebro humano, disseram pesquisadores no jornal de Infecções Emergentes que reportou a ocorrência.

Pesquisadores alertam que o caso destaca o perigo aumentado de doenças e infecções sendo passadas de animais para as pessoas.

O nematódeo Ophidascaris robertsi é comum em pítons tapete – cobras não venenosas encontradas em muitas partes da Austrália.

Cientistas dizem que provavelmente a mulher contraiu o nematódeo após coletar um tipo de grama nativa, a Warrigal greens, ao lado de um lago perto de onde ela morava. A área também é habitada por pítons tapete.

Ao escrever no jornal, a especialista australiana em parasitologia, Mehrab Hossian, disse que tinha a suspeita de que a mulher se tornou uma “hospedeira acidental” após usar as plantas forrageiras – contaminadas por fezes de pítons e ovos de parasitas – para cozinhar.

“A invasão no cérebro pela larva Ophidascaris não havia sido reportada anteriormente”, escreve Hossain.

Fonte: BBC

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Kishida prometeu continuar apoiando Ucrânia

Publicado em 30 de agosto de 2023, em Política

Os dois líderes tiveram uma conversa telefônica e Kishida manifestou continuar apoiando a Ucrânia que enfrenta o conflito de mais de um ano.

Premiê Fumio Kishida e presidente Volodymyr Zelensky (FNN)

Fumio Kishida, primeiro-ministro do Japão, teve uma conferência por telefone com o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, pouco antes das 18h de terça-feira (29). 

Publicidade

Durante os cerca de 20 minutos, o premiê japonês transmitiu seu apoio contínuo a Zelensky, diante do ataque da Rússia, que começou em 24 de fevereiro de 2022. Portanto, já se passaram 18 meses.

Também expressou a sua indignação em relação aos contínuos ataques da Rússia. E, explicou do apoio através do fundo da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) e do outro lado, Zelensky expressou sua gratidão pelo apoio do Japão.

“Transmiti a minha intenção de exercer liderança na presidência do G7, incluindo as atividades em relação ao Global South, para trabalharmos em estreita cooperação”, pontuou Kishida

Global South são os países em desenvolvimento, do Hemisfério Sul, principalmente os da África, Ásia e América Latina.

Fontes: NHK e FNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!