Macaco foge após morder mulher e criança em área residencial no Japão

Uma mulher e uma menina foram atacadas e mordidas pelo macaco que fugiu. O lugar onde o animal apareceu é uma área residencial em Fukuoka.

O lugar onde o macaco apareceu em Fukuoka é uma área residencial e há montanhas ao redor (KBC)

Duas pessoas foram levadas para o hospital após serem mordidas por um macaco que apareceu em uma área residencial do distrito de Minami na província de Fukuoka na manhã desta quinta-feira (28). O animal fugiu.

Publicidade

A polícia recebeu uma ligação de emergência de uma mulher de 50 anos de Kahsihara no distrito de Minami por volta das 7h30 dizendo que um macaco havia mordido sua perna.

Logo depois, a mãe de uma menina de 9 anos também ligou para a polícia e relatou que um macaco havia mordido a perna da filha em vários lugares.

Acredita-se que elas foram atacadas pelo mesmo macaco.

Policiais que chegaram ao local não conseguiram encontrar o animal. A busca continua na área.

De acordo com a Delegacia de Minami, o lugar onde o macaco apareceu é uma área residencial a oeste da Escola de Ensino Médio Hakuryo e há montanhas ao redor. A menina de 9 anos foi mordida quando ia para a escola.

Após os incidentes, a polícia patrulhou a área de carro, pedindo aos residentes que ficassem em alerta.

Fonte: Mainichi

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

O que é a doença X e por que especialistas estão preocupados?

Publicado em 28 de setembro de 2023, em Notícias do Mundo

Pesquisadores estão monitorando o agente que poderia causar a próxima pandemia, conhecida como ‘Doença X’.

Dado o que o mundo vivenciou quando a Covid surgiu é importante que especialistas monitorem continuamente novas ameaças (ilustrativa/banco de imagens)

Autoridades da saúde em todo o mundo ainda estão aprendendo com lições do início da pandemia de covid-19 e tentando determinar a melhor maneira de prevenir uma nova.

Publicidade

Muitos pesquisadores começaram a se referir ao próximo agente que poderia causar enfermidade em massa no mundo como “Doença X”.

Uma declaração de 2022 da Organização Mundial da Saúde (OMS) define o termo da seguinte maneira: “A Doença X é (usada) para indicar um patógeno desconhecido que poderia causar uma grave epidemia internacional”.

Dado o que o mundo vivenciou quando a Covid surgiu, é importante que especialistas em doenças infecciosas e cientistas monitorem continuamente novas ameaças, disse o médico Thomas Russo, que também é especialista em doenças infecciosas da Escola de Medicina e Ciências Biomédicas da Universidade de Buffalo, nos EUA, ao site The Independent.

“Esse conceito de (Doença X) foi uma das lições aprendidas dessa pandemia”, disse o Dr. Russo.

“Como a humanidade derruba essas barreiras (entre humanos e outras espécies) através de mercados de animais vivos e deflorestação, precisamos de vigilância continuada, estudos e biossegurança melhorada no mundo”.

Tais contatos próximos com vida selvagem criam circunstâncias em que um vírus que até esta data apenas afetava animais comecem a deixar humanos doentes, explicou ele.

Cientistas ainda não sabem que tipo de vírus pode causar a próxima pandemia

Para ser claro, os cientistas ainda não sabem que tipo de vírus pode causar a próxima pandemia, ou, em outras palavras, o que será a Doença X. Muitas pessoas acreditam que poderia ser um coronavírus, como o SARS (Síndrome Respiratória Aguda Grave), o CoV-2, o vírus que causa a Covid-19 ou uma nova cepa de influenza, disse o Dr. Russo.

Não há maneira de dizer quando a Doença X vai surgir, ou como podemos fazer quaisquer suposições sobre o quão letal ela será, disse ele.

Entretanto, dado o que o mundo vivenciou em 2020 e 2021 antes de vacinas contra Covid terem sido distribuídas amplamente, é crucial ficar em alerta para doenças preocupantes que podem aparecer.

Para reduzir os danos da Doença X, autoridades e políticos precisam ficar focados em prevenir a próxima pandemia. “É preciso continuar com pesquisa biomédica e financiamento e manter isso em andamento em termos da biologia do que chamamos de agentes prototípicos “, disse o Dr. Russo.

Esses agentes prototípicos, disse ele, são qualquer um que os cientistas esperam que poderiam, no futuro, causar doença e mortes em massa, como a covid-19 fez quando surgiu pela primeira vez.

Isso é amplamente o trabalho de pesquisadores e cientistas e a Doença X é algo com que o público não precisa se preocupar. “A maioria das pessoas agora valoriza que há uma probabilidade (de uma outra pandemia), mas não há nada que elas possam fazer sobre isso”, disse ele.

Fonte: The Independent

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Estude NIHONGO com o Kumon!
UNINTER - Faculdade ONLINE no Japão!