Mulher processa governo do Japão e Pfizer por reação negativa à vacina contra Covid

Uma mulher que afirmou ter sofrido reação negativa em decorrência da vacina contra coronavírus move ação judicial contra o governo do Japão e a farmacêutica Pfizer.

A mulher apresentou palpitações e falta de ar logo após receber uma dose de vacina contra Covid em setembro de 2021 (ilustrativa/banco de imagens)

Uma mulher na faixa dos 40 anos na província de Kanagawa, que afirma estar sofrendo reação negativa em decorrência de vacina contra coronavírus, pediu indenização totalizando cerca de ¥60 milhões (US$405 mil).

Publicidade

Ela foi levada para o hospital com palpitações e falta de ar logo após receber uma dose em setembro de 2021 e afirma que sua vida diária foi prejudicada pela vacina, como a impossibilidade de ficar de pé por mais de meia hora para cozinhar.

A mulher e o marido moveram uma ação junto ao Tribunal Distrital de Tóquio na quarta-feira (20), buscando indenização do governo japonês, da fabricante de vacinas Pfizer e do município local que realizou o programa de imunização em grupo.

Ela foi certificada em maio deste ano como elegível para despesas médicas e outros benefícios sob um programa de assistência baseado na Lei de Imunização.

Em uma coletiva de imprensa, ela disse que levou cerca de 2 anos para ser certificada como elegível para assistência, mas que desenvolveu outros sintomas também.

A mulher disse que decidiu buscar indenização pelo seu sofrimento.

A Pfizer se negou a fazer comentários, dizendo que ainda precisa receber a queixa.

O Ministério da Saúde do Japão disse que não comentará sobre um caso pendente, mesmo após ter recebido e estudado a queixa.

Fonte: NHK

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Japão recebe 2 milhões de visitantes estrangeiros pelo 3º mês consecutivo em agosto

Publicado em 21 de setembro de 2023, em Sociedade

De acordo com a Organização de Turismo do Japão, mais de 2 milhões de visitantes estrangeiros a negócios e lazer visitaram o arquipélago em agosto.

Aglomeração na rua comercial Nakamise perto do Senso-ji no distrito de Asakusa (Tóquio) em junho de 2023 (banco de imagens)

O Japão recebeu mais de 2 milhões de visitantes estrangeiros pelo terceiro mês consecutivo em agosto, recuperando para mais de 80% dos níveis pré-pandemia pela primeira vez, mostraram dados oficiais na quarta-feira (20).

Publicidade

O número de visitantes estrangeiros que veio a negócios e lazer foi de 2,16 milhões no mês passado, mostraram dados da Organização Nacional de Turismo do Japão (JNTO).

As chegadas melhoraram para 85,6% dos níveis vistos em 2019, antes da pandemia de covid-19 ter levado a suspensões de viagem em todo o mundo.

Os números de agosto são menores do que uma alta pós-pandemia de 2,32 milhões em julho, mas a recuperação continua, auxiliada por aumentos em voos internacionais e um iene fraco, que torna viagens ao Japão mais acessíveis do que foram em décadas.

Segundo dados da JNTO, o número de viajantes dos EUA, Europa, Austrália e Oriente Médio já está acima dos níveis pré-pandemia. Isso ajuda a compensar o de visitantes da China que ainda está bem abaixo dos níveis de 2019.

O turismo no Japão praticamente paralisou por mais de 2 anos durante a pandemia, mas chegadas têm aumentado de forma estável desde quando o governo retomou viagens com isenção de visto para muitos países em outubro de 2022 e suspendeu os controles restantes de medidas contra a Covid em maio de 2023.

Apenas 15 milhões de visitantes estrangeiros vieram ao Japão nos primeiros 8 meses de 2023, mostraram dados da JNTO, ainda bem longe do ritmo recorde de aproximadamente 32 milhões em 2019.

Fonte: Asia Nikkei

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!