População de 1,4 bilhão da China não preencheria casas vazias do país, segundo funcionário do governo

A China é há muito tempo atormentada por uma crise imobiliária, com muitas propriedades vazias e cidades-fantasma.

Vista aérea de Shenyang, na China (banco de imagens)

Um ex-funcionário do governo chinês disse que a população inteira de 1,4 bilhão do país não seria suficiente para preencher todas as suas casas vazias, divulgou a Reuters, citando um vídeo da rede estatal de notícias China News Service.

Publicidade

As dificuldades do setor imobiliário da China assumiram papel de destaque em 2021, quando a gigante da indústria Evergrande se tornou a companhia mais endividada do mundo e deu um calote milionário.

Na época, havia pelo menos 65 milhões de propriedades vazias no país, que seriam suficientes para abrigar a população inteira da França, divulgou anteriormente o site Insider.

“Quantas casas vazias há agora? Cada especialista dá um número diferente, com o mais extremo acreditando que o atual é suficiente para 3 bilhões de pessoas”, disse He Keng, ex-vice-chefe do departamento de estatísticas, segundo a Reuters. “Essa estimativa pode ser um pouco mais, mas 1,4 bilhão de pessoas provavelmente não as preencheriam”.

Há muito tempo, a China vem dependendo de desenvolvimento imobiliário como investimento seguro para aumentar crescimento econômico. Contudo, isso criou um fornecimento em excesso, com filas sem fim de arranha-céus vazios.

Muitos prédios também viraram os chamados projetos de “cauda podre” após terem sido paralisados ou abandonados na metade da construção.

Cidades como Shenyang, no nordeste do país, eram consideradas como novos centros para os ultrarricos, com vilas chamativas no estilo europeu.

Mas o projeto de desenvolvimento liderado pelo gigante Greenland Group, que começou em 2010, foi abandonado há apenas 2 anos.

Hoje em dia, agricultores assumiram a cidade-fantasma, arando a terra e permitindo que gado circule livremente em torno de mansões vazias.

Ordos, perto da fronteira com a Mongólia, era destinada a manter 1 milhão de pessoas e se tornar um centro cultural e econômico.

Mas até 2016, sua população era de apenas 100 mil e ela foi descrita como “a maior cidade-fantasma no mundo”.

Desde então, o governo promulgou esforços para movimentar algumas das principais escolas do país para a região, o que levou a um influxo de famílias e de estudantes, aumentando a população e os preços imobiliários, de acordo com uma publicação do site japonês Asia Nikkei em 2021.

Apesar desses esforços, a Mongólia Interior, a região autônoma da China onde fica Ordos, ainda é uma das áreas com crescimento mais lento do país.

Fonte: Business Insider

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Yamato encerrará contrato com 30 mil entregadores autônomos

Publicado em 25 de setembro de 2023, em Economia

Esses entregadores são empreendedores individuais, os quais terão que procurar emprego ou buscar uma nova atividade.

Logo da Yamato (NHK)

A gigante da logística, Yamato Un’yu, informou, no sábado (23), que irá terceirizar as entregas de pequenos pacotes, catálogos e folhetos para o Japan Post, com o qual anunciou parceria em junho.

Publicidade

Assim, cerca de 30 mil empreendedores individuais que atualmente fazem esse tipo de entrega, terão seus contratos rescindidos até o final do ano fiscal 2024, ou seja, até março de 2025. Também romperá com as entidades de apoio às pessoas com deficiência.

Para esses entregadores autônomos, que trabalham de bicicleta, moto ou kei, a Yamato informou que fornecerá apoio para buscarem uma colocação e pagará gratificação de 30 a 70 mil ienes por pessoa. 

Também considera alocar parte desse pessoal nas entregas com os seus caminhões.

Fontes: NHK, ANN e Nikkei

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!