Novo tratamento para obesidade será coberto pelo seguro público do Japão

O Wegovy, fabricado pela farmacêutica dinamarquesa Novo Nordisk, está se juntando à lista de preço de seguro de saúde nacional após ter ganhado aprovação regulatória para fabricação e vendas em março.

A cobertura pelo seguro de saúde é limitada a indivíduos com certas condições (ilustrativa/banco de imagens)

Um novo tratamento para obesidade começará a ser coberto pelo seguro de saúde público na quarta-feira (22) – o primeiro em décadas – oferecendo uma expansão das opções de cuidados da saúde em meio a preocupações sobre o potencial uso indevido de tais medicamentos por indivíduos saudáveis para perda de peso.

Publicidade

O Wegovy, fabricado pela farmacêutica dinamarquesa Novo Nordisk, está se juntando à lista de preço de seguro de saúde nacional após ter ganhado aprovação regulatória para fabricação e vendas em março.

O medicamento – que contém o ingrediente ativo semaglutida – é um agonista do receptor GLP-1, que estimula o corpo a produzir mais insulina e reduzir os níveis de açúcar no sangue. Ele também induz uma sensação de estar saciado e reduz vontades, fatores que parecem dar a ele efeitos de supressão de apetite.

A cobertura pelo seguro de saúde é limitada a indivíduos com condições como pressão alta, hiperlipidemia e diabetes tipo 2 que não alcançaram resultados adequados através de dieta e exercícios. A elegibilidade exige IMC (Índice de Massa Corporal) igual ou superior a 35 ou IMC igual ou superior a 27 com 2 ou mais problemas de saúde relacionados à obesidade.

O tratamento envolve injeções semanais autoadministradas, geralmente no abdômen, antebraço ou coxa. Pacotes mensais contêm quatro canetas injetoras, uma para cada semana.

Os preços do Wegovy serão escalonados com base na dosagem, variando de ¥1.876 por pacote por 0.25 miligramas a ¥10.740 por pacote para 2.4 miligramas.

O Wegovy, inicialmente designado para tratamento de obesidade nos EUA, tem visto uso expansivo para propósitos estéticos. Medicamentos similares enfrentam escassez globalmente, levantando preocupações sobre acesso limitado para aqueles que precisam dele para tratamento verdadeiro.

Associações médicas japonesas têm manifestado fortes preocupações, alertando sobre o uso inapropriado de medicamentos GLP-1 para propósitos estéticos e de dietas.

O aumento de clínicas que oferecem serviços não essenciais, geralmente rotulados como “dietas médicas”, é evidente, com medicamentos administrados a pessoas que não estão obesas e não têm diabetes tipo 2.

Fonte: Japan Times

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

TSMC planeja construção de terceira fábrica de chips no Japão

Publicado em 21 de novembro de 2023, em Sociedade

A planta planejada poderá produzir chips de 3 nanômetros de alta tecnologia para grandes clientes como Nvidia e Apple.

A TSMC está considerando a adição de uma 3ª planta na província de Kumamoto (banco de imagens)

A Taiwan Semiconductor Manufacturing Co. (TSMC) está considerando a adição de uma 3ª planta na província de Kumamoto que poderá produzir chips de 3 nanômetros de alta tecnologia para grandes clientes como Nvidia e Apple.

Publicidade

Essa ação se alinha com o esforço robusto do primeiro-ministro Fumio Kishida por investimentos tecnológicos. Entretanto, o início de operações para a planta continua incerto, com preocupações de que até o momento do lançamento, tecnologias mais novas possam superar os avanços planejados.

O investimento projetado de US$20 bilhões da TSMC em seu empreendimento no Japão poderia ser significantemente reduzido através de subsídios do governo.

A companhia já está avançando com instalações apoiadas pelo Sony Group que devem iniciar produção de chips avançados até o fim de 2024.

Apesar de desafios como escassez de terreno que poderiam impedir a expansão fora de Kumamoto, a estratégia da TSMC indica um forte comprometimento com a diversificação global.

Isso é crucial, dadas as tensões geopolíticas que rodeiam as relações no Estreito de Taiwan. A importância estratégica do setor de semicondutores do Japão é evidenciada por interesse corporativo de companhias como a Powerchip Semiconductor Manufacturing Co., a Samsung Electronics e a Micron Technology Inc.

Colaborações intersetoriais também estão tomando forma, com companhias como a Denso Corp. contribuindo para perspectivas de crescimento econômico.

De acordo com análise do SMBC Nikko Securities, esses desenvolvimentos devem aumentar de forma significativa o PIB (Produto Interno Bruto) da região Kyushu, que inclui Kumamoto, exibindo o valor crescente do Japão no panorama global de tecnologia e a estratégia compreensiva da TSMC para presença de mercado mundial em meio às incertezas em curso.

Fonte: In Investing, Bloomberg

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!