Se beber não dirija, chame um motorista de aluguel

Saiu com os amigos e resolveu beber. Lembrou-se que teria que dirigir para voltar mas não quer infringir a lei. Chame um motorista de aluguel!

Copo de bebida alcoólica quebrado e chave de carro (PxHere)

Sabia que no Japão existe um serviço prático e seguro para atender quem saiu de carro mas resolveu beber? 

Publicidade

Dirigir alcoolizado pode ser perigoso, além da infração de trânsito que pode render uma multa de até 1 milhão de ienes ou cadeia por até 5 anos.

Para sanar esse problema existe o daiko unten (代行運転). É o serviço de motorista de aluguel. Ele vem com um outro motorista de táxi ou carro de companhia prestadora de serviço.

Entregando a chave do carro (Pixinio)

Basta lhe entregar a chave para um, subir no carro do outro que ele o leva até o local combinado, estaciona seu carro e devolve a chave. Depois é só pagar a tarifa.

Depois o motorista volta com o colega que o acompanhou ou um outro carro irá buscá-lo.

Se for uma companhia de táxi atende 24 horas. No caso de empresas prestadoras de serviço começam às 19h ou 20h e encerram por volta das 3h.

Se dirigir alcoolizado e for flagrado poderá ser preso ou pagar multa de ¥1 milhão e perder pontos (Wikimedia e Pixabay)

Quanto custa o motorista de aluguel

Esse valor depende da cidade, se é companhia de táxi ou se é uma prestadora desse serviço.

Em geral, se for uma empresa de táxi cobrará o valor da corrida normal, mais a taxa de serviço de levar um motorista extra – cerca de 200 ienes – acrescida da tarifa de daiko. Dependendo da empresa sai mais em conta.

Se for uma empresa prestadora de serviço pagará de acordo com a quilometragem corrida, um pouco mais barata mas é preciso conferir se ela paga o seguro. Na dúvida, é melhor chamar um motorista de aluguel de uma empresa de táxi.

Álcool e direção não combinam (Pixinio)

Sai muito mais barato do que pagar multa! Veja como fica se for flagrado.

  • Dirigir embriagado: cumprimento de pena de reclusão de até 5 anos ou pagamento de multa (fiança) no valor de até um milhão de ienes
  • Dirigir alcoolizado: cumprimento de pena de reclusão de até 3 anos ou pagamento de multa no valor de até 500 mil ienes

O número de pontos varia de acordo com o resultado do teste de alcoolemia, podendo ter a habilitação cassada.

  • 35 pontos: embriaguez
  • 25 pontos: quando a concentração de álcool for de 0,25 mg/litro de ar expelido ou superior
  • 13 pontos: quando a concentração de álcool varia de 0,15 mg/l a 0,25 mg/l

Como proceder

  • O meio mais rápido é pedir para o gerente ou atendente do bar ou do restaurante chamar o serviço
  • Caso queira fazer sozinho, faça uma busca no Google usando a palavra-chave 代行運転 (copie e cole)
  • Encontre uma empresa na cidade onde está. Por exemplo, se está em Nagoia mas quer voltar para Komaki, ambas de Aichi, escolha uma companhia da capital
  • Telefone para a empresa
  • A empresa perguntará: o seu nome, o endereço do destino, o tipo de veículo (se for carro estrangeiro com volante do lado direito pode ser que tenha que pagar um extra), o horário que deseja o serviço
  • Se for um veículo grande, como caminhão ou ônibus poderá ter que pagar taxa extra
  • O pagamento pode ser feito com cartão de crédito ou dinheiro em espécie, direto para o motorista

Este serviço é útil também quando passa mal e precisa que outro dirija, quando está com sono incontrolável, quando vai ao hospital e o médico o proíbe de voltar dirigindo, etc.

Caso tenha gostado do serviço, convém gravar o número do telefone na agenda para uma próxima oportunidade.

Se gostou desta informação, compartilhe com seus amigos. Da próxima vez que sair com seu carro e queira beber, já sabe o que fazer.

Se quiser, assista ao vídeo de uma música que fala sobre o assunto.

Fontes: Meitetsu, Tsubame e Daiko Kyosai

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

O que acontece quando polícia flagra menores bebendo

Publicado em 31 de dezembro de 2023, em Dicas Especiais

O consumo de bebidas alcoólicas é regulado por lei. No Japão somente os maiores de 20 anos podem beber.

Imagem meramente ilustrativa de menores com bebida alcoólica (Flickr)

“O consumo de álcool por menores durante a fase de crescimento não só representa um grande risco físico e mental para o indivíduo, mas também tem um grande impacto na sociedade”, explica a NPA-Agência Nacional de Polícia do Japão

Publicidade

Para evitar que isso aconteça, além da educação na escola, devem ser dadas explicações em casa e na comunidade para que os menores – no Japão a idade permitida para começar beber é 20 anos – entendam por que não devem ingerir bebidas alcoólicas.

Recentemente, uma pessoa telefonou para o 110 informando que havia um grupo de jovens, menores, bebendo em um bar-karaokê, na província de Okinawa.

Os policiais foram até o local, por volta das 22h, onde encontraram 16 menores, dos quais 14 tinham bebido. Eles se justificaram dizendo que comemoravam a formatura. A polícia investigou em qual bar esses jovens menores tinham bebido anteriormente.

Todos foram levados para a delegacia onde ouviram um sermão a respeito disso, pela violação da lei.

Tanto os pais ou responsáveis pelos menores, como os estabelecimentos comerciais são penalizados no caso de servirem bebidas alcoólicas para eles.

Segundo a lei, tanto os pais e o estabelecimento comercial são multados. O valor pode chegar a 500 mil ienes.

Fontes: NTA e QAB

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!