Fundo Monetário Internacional vê riscos negativos para o Japão em 2024

O FMI vê riscos negativos na economia japonesa, a qual entrou em recessão inesperadamente no fim do ano passado.

A economia do Japão entrou em recessão no fim do ano passado (banco de imagens)

O Fundo Monetário Internacional (FMI) disse na quinta-feira (22) que o desempenho econômico mais fraco do Japão em 2023 poderia se somar a riscos negativos em 2024, enquanto indicadores de alta frequência estavam apontando para uma recuperação no Reino Unido neste ano.

Publicidade

A porta-voz do FMI, Julie Kozack, disse aos repórteres que o credor global levaria informação sobre as economias japonesa e britânica – ambas as quais entraram em recessão – em consideração enquanto se preparava para uma nova previsão mundial a ser divulgada em abril.

Ela citou que a inflação vinha diminuindo, mas “o trabalho ainda não foi feito na política monetária” e disse que o FMI estava pedindo que bancos centrais se protegessem contra abrandamento prematuro de taxas de juros.

O Japão entrou em recessão de forma inesperada no fim do ano passado, perdendo seu título de terceira maior economia do mundo para a Alemanha e levantando dúvidas sobre quando o banco central começaria a sair de sua política monetária ultrafrouxa de décadas.

Alguns analistas estão alertando sobre uma outra contração no atual trimestre, visto que fraca demanda na China, consumo lento e suspensões em produção em uma unidade da Toyota apontam para um caminho desafiador para uma recuperação econômica.

Kozack disse que a produção mais fraca do que a esperada do Japão no segundo semestre foi conduzida pelo fraco consumo doméstico e investimento, embora o crescimento em 2023 como um todo tenha se mantido robusto graças a fortes exportações.

“Vemos que o desempenho mais fraco em 2023 pode se somar a riscos negativos para a economia do Japão”, acrescentou ela.

Espera-se que o FMI emita um relatório sobre a economia global no início da próxima semana antes de uma reunião de oficiais financeiros do G20 em São Paulo, no Brasil, em 28 e 29 de fevereiro.

A diretora-geral do FMI, Kristalina Georgieva, viajará ao Brasil na próxima semana para falar com oficiais do G20 sobre a economia global e os desafios que ela enfrenta, disse Kozack.

Fonte: Japan Times

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Toyota manterá suspensa produção em duas plantas do grupo

Publicado em 23 de fevereiro de 2024, em Sociedade

Sendo suspensas estão certas linhas de produção na planta da Toyota Auto Body Co na cidade de Inabe (Mie) e na planta da sede do Gifu Auto Body em Kakamigahara (Gifu).

Toyota manterá duas plantas do grupo offline até 1º de março (banco de imagens)

A Toyota Motor Corp planeja manter duas plantas de veículos do grupo offline até 1º de março (sexta-feira), após testes fraudulentos de desempenho de motores na afiliada Toyota Industries Corp, soube-se nesta sexta-feira (23).

Publicidade

Sendo suspensas estão certas linhas de produção na planta da Toyota Auto Body Co na cidade de Inabe (Mie) e na planta da sede do Gifu Auto Body em Kakamigahara (Gifu).

A Toyota Motor decidirá em uma data posterior se retomará a produção nas linhas suspensas a partir de 4 de março (segunda-feira), disseram fontes informadas.

Após a revelação de testes fraudulentos para três modelos de motores para os quais a Toyota Motor encarregou desenvolvimento e produção para a Toyota Industries, a montadora japonesa suspendeu envios domésticos de automóveis equipados com os motores em questão desde 29 de janeiro.

Fonte: Nippon

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
UNINTER - Faculdade ONLINE no Japão!