Japonês quis ajudar idoso no trilho do trem em Aichi e acabaram atropelados

Ao ver o idoso com seu carrinho de mão parado entre as duas cancelas, o japonês desceu do carro para socorrê-lo e ambos foram atropelados.

Cruzamento onde ocorreu o atropelamento, em Aichi (CBC TV)

Soube-se que por volta das 14h30 de quarta-feira (28), o japonês 馬場英俊, 64, autônomo, de Komaki (Aichi), faleceu no hospital para onde foi levado após o acidente.

Publicidade

Segundo a polícia, ele estava em estado crítico após ter sido atropelado pelo trem enquanto tentava salvar um idoso que ficou preso sobre os trilhos do cruzamento de uma ferrovia na cidade de Iwakura (Aichi).

De acordo com o levantamento feito pela polícia, o idoso 山口正俊, 80, que residia nas imediações de Inari-cho, cidade de Iwakura, estava atravessando os trilhos empurrando um carrinho de mão, em 22 deste mês. No entanto, logo que pisou nos trilhos, as cancelas abaixaram e ele ficou preso. 

O autônomo que estava no carro, desceu e quis ajudá-lo a sair de lá, mas ambos foram atropelados pelo trem da Meitetsu. A morte do idoso foi confirmada no local.

A cena foi presenciada por testemunhas que relataram a ocorrência à polícia.

Fonte: CBC TV

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Falso monge é flagrado com 6 quilos de estimulante no aeroporto

Publicado em 29 de fevereiro de 2024, em Sociedade

Ele tinha sob a veste de um monge ordenado, pacotes grudados no corpo, vindo do Camboja.

Pacotes de estimulante apreendidos (FNN)

Na quarta-feira (28) soube-se da prisão de um estudante universitário taiwanês, 21 anos, que veio do Camboja em 25 de janeiro, desembarcando no Aeroporto Internacional de Narita.

Publicidade

Ele já foi acusado pelo Ministério Público de Chiba pela tentativa de contrabando, em 14 deste mês.

Ele estava vestido de monge e sob essa veste, tinha pacotes de estimulante envoltos na região abdominal e nas coxas. 

A alfândega pesou os pacotes de estimulante e deu um total de 5,9 quilos, cujo valor estimado é de 370 milhões de ienes.

Ele já tinha passado como monge uma vez

O estudante universitário usava o que se chama de kasaya, uma tradicional veste dos monges budistas, de cor marrom ou de amarelo açafrão.

“Fui ameaçado com uma arma por 5 chineses e recebi ordem para o contrabando da droga”, teria dito inicialmente. Mas, mais tarde, durante o interrogatório teria confessado que “foi tudo inventado”.

“Entrei no país em 15 de janeiro vestido como monge e ninguém falou comigo, então fiz o mesmo desta vez”, teria confessado.

Sob a veste de monge, pacotes de estimulante grudados no corpo (FNN)

Fontes: Yomiuri e FNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
UNINTER - Faculdade ONLINE no Japão!