Ministério público de Nagoia decide não processar brasileira de Gifu que foi presa

Ela foi presa junto com um amigo, na cidade de Nagoia, como suspeitos de posse de drogas ilícitas avaliadas em pouco mais de 30 milhões de ienes.

Foto ilustrativa de algemas abertas (RawPixel)

O Ministério Público do Distrito de Nagoia (Aichi) informou na quarta-feira que decidiu não indiciar a mulher que foi presa em um caso em que dois cidadãos brasileiros foram pegos com posse de drogas para fins comerciais.

Publicidade

Assim, a brasileira, 22 anos, residente na cidade de Minokamo (Gifu), detida junto com o amigo, não foi processada, portanto a investigação em relação a ela foi encerrada e não irá a julgamento.

Segundo a polícia, a brasileira foi presa em novembro de 2023 em Naka-ku, cidade de Nagoia, junto com o amigo, como suspeitos de posse de diversos tipos de drogas ilícitas avaliadas em 31 milhões de ienes.  

Ela continuou negando a suspeita durante os interrogatórios.

O Ministério Público do Distrito de Nagoia não revelou o motivo para não processá-la. E também não informou sobre o amigo que foi preso na mesma data.   

Fonte: Nagoya TV

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Outro executivo do grupo Eneos é demitido por assédio sexual

Publicado em 22 de fevereiro de 2024, em Crime

Shigeru Yasu, presidente da Japan Renewable Energy Corp, assediou sexualmente uma mulher durante um evento social, disse a companhia.

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
UNINTER - Faculdade ONLINE no Japão!