Mulher morre após salto de bungee jump em shopping na Coreia do Sul

O incidente ocorreu em uma instalação de esportes de um shopping na Coreia do Sul.

A mulher sofreu parada cardíaca após saltar de bungee jump e não sobreviveu (ilustrativa/banco de imagens)

Uma mulher na faixa dos 60 anos sofreu parada cardíaca e morreu após saltar de uma plataforma de bungee jump na segunda-feira (26), disseram autoridades na Coreia do Sul.

Publicidade

A vítima, cujo nome e idade exata não foram revelados, saltou da plataforma e caiu 8m abaixo no chão de concreto em uma instalação de esportes por volta das 16h20, de acordo com a Polícia Provincial de Gyeonggi Nambu.

A instalação, localizada no Starfield Anseong Mall na província de Gyeonggi, ao sul de Seul, oferece várias experiências como salto de bungee jump e escalada.

A mulher foi levada ao hospital após uma equipe dos serviços de emergência ter executado procedimentos de ressuscitação cardiopulmonar, mas ela não sobreviveu.

A polícia acredita que a corda do bungee jump se soltou devido a um anel metálico com defeito, o qual a conecta a uma viga ou guindaste.

A plataforma de bungee jump se tornou uma das atrações mais populares desde a inauguração do shopping em 2020.

Fonte: Straits Times

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Medicamento para tratar asma pode ajudar a reduzir alergias alimentares

Publicado em 28 de fevereiro de 2024, em Notícias do Mundo

Injeções repetidas do medicamento Xolair ao longo de várias semanas reduziram a gravidade de reações alérgicas a alimentos em certos adultos e até em crianças.

O Xolair pode reduzir substancialmente reações alérgicas graves a alimentos em pessoas que sofrem com a condição (ilustrativa/banco de imagens)

Um novo estudo descobriu que o medicamento para tratar asma Xolair pode reduzir substancialmente reações alérgicas graves em pessoas que sofrem com várias alergias alimentares e são acidentalmente expostas a esses alimentos.

Publicidade

Dados publicados em 25 de fevereiro no New England Journal of Medicine mostram que injeções repetidas do medicamento ao longo de várias semanas reduziram a gravidade de reações alérgicas em certos adultos e até em crianças de 1 ano que são alérgicos a amendoim e outros alimentos como leite, ovos e trigo.

A Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos EUA expandiu a aprovação do omalizumab, que é comercializado sob o nome de marca Xolair, na semana passada para incluir pessoas com alergias alimentares baseada em uma análise interna do estudo.

Ao incluir vários alimentos no novo estudo, os pesquisadores conseguiram determinar que o Xolair pode, em teoria, reduzir uma reação alérgica se uma pessoa fosse consumir de uma vez vários alimentos aos quais é alérgica, dizem especialistas.

“Isso é um avanço incrível em nosso campo”, disse a Dra. Sharon Chinthrajah, autora sênior do estudo e professora associada na Universidade de Standford. “Há muito medo e ansiedade que entram em atividades diárias para pacientes alérgicos a certos alimentos ou pais de um paciente alérgico”.

O Xolair oferece às pessoas com alergias alimentares certa proteção contra exposição acidental que poderia resultar em anafilaxia, uma reação alérgica grave e às vezes fatal que exige tratamento médico imediato, incluindo injeção de epinefrina (adrenalina), disse ela.

Desenvolvido e promovido pela Genetch e Novartis nos EUA, o Xolair foi aprovado em 2003 para tratar asma alérgica persistente moderada a grave.

Fonte: CBS News

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
UNINTER - Faculdade ONLINE no Japão!