Brasileiro obtém título do Guinness pelo maior número de modificações no corpo

Ele se tornou recordista pela maior quantidade de modificações, como amputações, remoções e implantes no corpo.

Reprodução da foto do Instragram do Diabão Praddo

Atualmente Diabão Praddo, nascido como Michel, 49 anos, o brasileiro foi destaque na imprensa depois que obteve o título de recordista mundial do Guinness pelo maior número de modificações realizadas no seu corpo. 

Publicidade

Residente no litoral paulista, tatuador, casado e com 4 filhos, Diabão Praddo mudou oficialmente seu nome. Na cabeça e no rosto, tem esferas de silicone e chifres implantados, cortou as orelhas, nariz remodelado, tem dentes esculpidos de cromo, língua bifurcada, remoção dos mamilos, além de muitos pinos e tatuagens.

No corpo tatuado em cerca de 80%, o destaque é para as mãos e braços: os dedos indicador e médio foram unidos, amputou o anelar, e tem esferas de silicone implantadas nos antebraços.

Não lhe agrada ser julgado pela aparência. É cristão e disse no programa do Geraldo Luiz que “o livro que mais leio é a Bíblia”. 

“Eu sei quem sou hoje, a minha modificação é interna”, afirmou, dizendo que é uma pessoa melhor, fiel e leal. “O sinistro me atraiu”, revelou Diabão em relação às mais de 60 modificações, ao longo de 9 anos.

Ele tem 158 mil seguidores no Instagram.

Se tem interesse nas modificações dele, assista ao programa que foi ao ar em 8 deste mês.

Fontes: Instagram,UOL e Geral do Povo

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Pela primeira vez em quase 34 anos o câmbio chegou a 152,4 ienes por dólar

Publicado em 11 de abril de 2024, em Economia

A moeda japonesa despencou ainda mais no mercado, acelerando a venda de ienes e compra de dólares americanos.

Painel do câmbio no fechamento do mercado de Nova Iorque (JNN)

O que o mercado temia aconteceu. No fechamento em Nova Iorque, às 21h30 de quarta-feira (10) no horário de Tóquio, a taxa cambial foi de 152,4 ienes por dólar americano.

Publicidade

Na abertura, o câmbio começou com 151,8 ienes por dólar americano, mesmo patamar de 27 de março deste ano, mas depreciou ainda mais. 

No fim do expediente chegou à marca dos 152 ienes de julho de 1990, portanto em 33 anos e 9 meses

A taxa de crescimento do índice de preços ao consumidor para março anunciada nos Estados Unidos superou as expectativas do mercado, confirmando que a economia está bem, e as expectativas de um corte nas taxas de juro por parte do Sistema de Reserva Federal (FRB), foram reduzidas. 

No mercado, a venda de ienes e a compras de dólares se intensificaram devido à expectativa de manutenção do diferencial de taxas de juros entre o Japão e os Estados Unidos.

O mercado está cada vez mais cauteloso com a intervenção cambial por parte do governo e do Banco do Japão. 

Na manhã de quinta-feira (11) chegou a 153,14 ienes por dólar americano.

A desvalorização contínua do iene afetará o cotidiano, pois os preços poderão subir ainda mais, exercendo ainda mais pressão no orçamento das famílias no Japão.

Fontes: JNN e NHK 

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - promoção Torcida BB!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!