Homem é encontrado morto com marcas de garras nas costas e face em Nagano

Um homem foi encontrado morto em uma floresta na província de Nagano com marcas de garras em suas costas e face, indicando ataque por um animal selvagem, possivelmente um urso.

Mais um ataque de urso na província de Nagano (ilustrativa/banco de imagens)

A polícia na central do Japão está investigando a possibilidade de um ataque de urso após um homem na faixa dos 50 anos ter sido encontrado morto em uma floresta com marcas de garras em suas costas e face, segundo reportagem da ANN no sábado (22).

Publicidade

O homem foi dado como desaparecido em 20 de junho após informar a companhia onde atua que estava indo à área do Lago Nojiri em Shinano (Nagano), a trabalho.

Seu corpo foi descoberto com grandes marcas de garras, indicando ataque por um animal selvagem, possivelmente um urso.

A polícia está conduzindo uma investigação detalhada para determinar a causa exata da morte e confirmar se um urso foi de fato responsável pelo ataque.

Fonte: News on Japan, ANN

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Batalha de Okinawa: memorial dos 79 anos e orações pela paz

Publicado em 24 de junho de 2024, em Sociedade

A população de Okinawa e autoridades se reuniram em diversos locais para orações pela paz na data em que se recorda o fim da feroz Batalha de Okinawa.

Nomes de centenas e milhares de vítimas da Batalha de Okinawa inscritos nas pedras de mármore da Fundação da Paz (NHK)

A sangrenta Batalha de Okinawa, ocorrida entre abril a junho de 1945, durante a campanha do Pacífico da Segunda Guerra Mundial, foi o maior ataque marítimo, terrestre e aéreo da história.

Publicidade

Foi chamada de tetsu no ame em japonês ou tufão de aço (typhoon of steel). Os historiadores relatam que os americanos entraram na guerra por causa dos ataques dos kamikaze em Pearl Harbor, em 1941, ordenada pelo então imperador japonês Hiroito. 

Foto da época da Batalha de Okinawa (JNN)

Por causa da Batalha de Okinawa, mais de 200 mil vidas foram ceifadas e os americanos tomaram o arquipélago Ryukyu.

No domingo (23), foi realizado o Memorial Day em Okinawa, data que marca o fim dessa batalha, 79 anos atrás. 

Não só no Parque Memorial da Paz, em Itoman (Okinawa), mas em várias partes da província, a população visitou os túmulos e uniu as mãos em oração pela paz. Sabe-se que um em cada quatro residentes de Okinawa morreu na feroz batalha. Na Fundação da Paz, nesse parque, 242.225 nomes estão inscritos nas inúmeras placas de mármore.

O primeiro-ministro Fumio Kishida participou do cerimonial, junto com o governador Denny Tamaki e outras autoridades.

Há muitas histórias tristes, como a de uma mulher de 87 anos que perdeu mãe, irmão mais novo, primo e avós, todos com seus nomes inscritos nas pedras. Também perdeu um olho nessa batalha. “Quero que o mundo seja pacífico para a evolução dos meus netos e bisnetos”, pontuou.

Familiares orando pelos antepassados mortos na Batalha de Okinawa, em uma das placas da Fundação da Paz (NHK)

Fontes: JNN e NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!