Número recorde de alpinistas se envolveu em acidentes em montanhas no Japão

Muitos acidentes ocorreram em locais turísticos populares, como o Monte Fuji e Monte Takao.

Área do Monte Fuji (banco de imagens)

A Agência Nacional da Polícia (ANP) diz que um recorde de 3.568 alpinistas se envolveu em acidentes nas montanhas por todo o país em 2023.

Publicidade

A polícia diz que o número é um aumento de 62 ante o ano anterior, e é o mais alto desde o início dos registros em 1961.

O número de pessoas que morreu ou desapareceu no ano passado situou-se a 335, alta de 8 comparado a 2022.

Alpinistas com idade igual ou superior a 60 anos contaram por 49% do total.

Montanhistas na faixa dos 70 anos formaram o maior grupo, com 790 pessoas, seguido por aqueles na faixa dos 60, com 706.

Por província, 332 pessoas se envolveram em acidentes em Nagano, 245 em Hokkaido e 233 em Tóquio. Muitos acidentes ocorreram em locais turísticos populares, como o Monte Fuji e Monte Takao.

O número de alpinistas do exterior que ficou isolado em montanhas também alcançou uma alta recorde de 145 em 2023.

Um total de 11 alpinistas estrangeiros morreu ou desapareceu.

Acidentes continuaram a aumentar até 2018, visto que o esporte se tornou tendência entre pessoas de meia-idade e idosos.

Entretanto, o número havia caído temporariamente, parcialmente devido à pandemia de coronavírus.

Antes da temporada de verão de subida no Monte Fuji, a polícia está pedindo aos visitantes que tragam equipamento suficiente e levem suas forças físicas em consideração ao fazer planos.

Fonte: NHK

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Furtos sequenciais de bonsai causam grandes prejuízos

Publicado em 14 de junho de 2024, em Sociedade

Um especialista que tem uma loja em Mie já foi furtado 3 vezes. A polícia de Aichi prendeu alguns ladrões de bonsai.

Bonsai em vasos pequenos na loja em Mie (Nagoya TV)

Na província de Mie, as árvores em miniaturabonsai – estão sendo furtadas em alguns locais, causando grandes prejuízos às pessoas que cultivam e que demandam tempo.

Publicidade

Bonsai é uma arte japonesa de cultivo de árvores, independente da espécie, para deixá-la e conservá-la em miniatura, em vaso. Tanto que a palavra é composta de bon (盆) ou vaso e sai (栽), cultivo.

No exterior, o bonsai continua sendo muito valorizado. Acredita-se que seja esse o motivo dos furtos.

Ladrão, com a imagem dele borrada, vendo os vasos de bonsai e depois furtou muitos (Nagoya TV)

O dono de um estabelecimento que cultiva essas árvores em miniatura relatou que por volta das 4h30 de um dia de dezembro do ano passado, as suas câmeras de segurança captaram imagens de uma pessoa usando gorro e máscara. Depois de olhar para os vasos dispostos ao ar livre, com uma lanterna em mãos, pegou um por um e os levou embora.   

Essa loja especializada fica na província de Mie e foi a terceira vez que teve esses prejuízos. Desde março do ano passado foram furtados 260 vasos dessa arte em plantas.

Bonsai da loja de Mie, mais valioso pelo tempo de cultivo (Nagoya TV)

“É um produto, mas é uma coisa viva, então cuidamos com amor. Quando algo é furtado, me dói”, desabafou o proprietário dessa loja. Contou que seu prejuízo chegou a 12,5 milhões de ienes.  

Somente na província de Mie ocorreram 7 casos de furtos de bonsai, no ano passado, avaliados em 30 milhões de ienes. 

Em Aichi vietnamitas foram presos por furtos de bonsai

Vasos de bonsai recuperados pela Pol. da Prov. de Aichi (Nagoya TV)

Os danos continuam este ano e, em abril, a Polícia da Província de Aichi prendeu dois homens vietnamitas sob suspeita de roubar 7 bonsai de um homem na província de Kanagawa, com um valor de mercado de 5,3 milhões de ienes. Mas logo foram libertados até o pré-julgamento da promotoria.

Além disso, em maio, outro vietnamita foi preso como suspeito de furto de dois bonsai de um homem na cidade de Inazawa (Aichi).

De acordo com a Polícia da Província de Aichi, houve pelo menos 17 casos de furtos de bonsai na província desde o final de dezembro do ano passado, com perdas de aproximadamente 30 milhões de ienes.

Segundo os membros da Associação Cooperativa de Bonsai do Japão o boom no exterior continua. Desde 2019 as vendas para o exterior continuam subindo, chegando a aproximadamente 920 milhões de ienes apenas no ano passado.

Segundo a polícia, acredita-se que os grupos de ladrões estrangeiros tenham furtado os itens com o objetivo de revendê-los.

Fonte: Nagoya TV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!