O que é certificação da designação de modelo e a fraude das montadoras

Depois da Hino Motors, Toyota Industries e Daihatsu Motor, agora os alvos são Toyota, Mazda, Yamaha, Honda e Suzuki. Compreenda o que é essa designação de modelo.

Foto ilustrativa de relatórios (PM)

Quando se fala em fraude na certificação da designação de modelo pode surgir a dúvida sobre o que é e como funciona

Publicidade

É um sistema de certificação no qual as montadoras de veículos passam por inspeção governamental antes de começar a produzir ou vender um novo modelo, seja de automóvel, caminhão, como de motocicleta. 

De acordo com o Ministério de Terras, Infraestruturas, Transportes e Turismo do Japão (MLIT), quando se desenvolve um novo modelo de veículo, necessariamente precisa ser submetido a diversos testes, como os de colisões, gases de escape, padrões de segurança, entre outros. São normas relacionadas com a segurança e o desempenho ambiental.

Depois que o veículo passa pela inspeção, ao apresentar todos os relatórios, e recebe a designação do modelo, basta passar pela vistoria final dentro do fabricante ou montadora para confirmar que está em conformidade com as normas, não sendo necessário apresentar um para cada veículo individualmente para uma inspeção nacional.

Uma vez obtida a certificação do modelo designado se pode produzi-lo em larga escala.

A Lei dos Veículos de Transporte Rodoviário, que estabeleceu o sistema de designação de modelo ou tipo, foi promulgada em 1951. A lei estipula que essa designação pode ser revogada se um modelo deixar de cumprir as normas de segurança por algum motivo.

sistema de designação do modelo ou tipo do Japão utiliza os métodos de teste estipulados pelos padrões das Nações Unidas

Uma série de escândalos envolvendo falsificação ou fraude de dados foi descoberta em montadoras desde 2016, e o Ministério de Terras, Infraestrutura, Transporte e Turismo do Japão (MLIT) intensificou as medidas, como sanções administrativas.

Isso aconteceu com a Mitsubishi Motors e também com a Nissan em 2017, o que levou à revisão da lei no mesmo ano para permitir que o governo (MLIT) emitisse uma ordem de correção ou revogasse essa certificação caso encontrasse ou descobrisse que os relatórios apresentados tiveram fraude, ainda que seja de apenas um item dos tópicos inspecionados.

Por outro lado, também há vozes que apontam problemas com o próprio sistema de certificação, tais como regulamentos que estão fora de sintonia com os tempos e padrões que os fabricantes são obrigados a interpretar.

A partir de 2022, foram descobertas ou reveladas fraudes na Hino Motors, Toyota Industries e Daihatsu Motor, por isso as certificações das designações de modelos dos automóveis e dos motores foram suspensas temporariamente ou canceladas. 

Fontes: NHK e Nikkei 

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Toyota é a primeira inspecionada pela fraude e anúncio de suspensão da produção dos 3 modelos

Publicado em 5 de junho de 2024, em Economia

A inspeção in loco na matriz da Toyota por causa dos 3 modelos com fraude causarão um impacto grande na economia, pois já foi anunciada a suspensão da produção.

Modelo Yaris Cross da Toyota Motor (reprodução)

Pela primeira vez a Toyota Motor é inspecionada in loco por fraude relacionada à certificação pela equipe enviada pelo Ministério das Terras, Infraestrutura, Transporte e Turismo do Japão (MLIT), que entrou na matriz da montadora, na cidade de Toyota (Aichi), na manhã de terça-feira (4), com base na Lei de Veículos de Transporte Rodoviário.

Publicidade

É a primeira das 5 montadoras a passar pela inspeção in loco, pois nas demais – Mazda, Yamaha Motor, Honda e Suzuki – deverá acontecer em meados de junho.

O motivo de começar pela Toyota Motor é que os modelos dos carros alvo de inspeção e o número de produção têm maior impacto. Além de entrevistar os executivos responsáveis ​​pelo controle de qualidade e testes de certificação, verificar os documentos relacionados, o MLIT também verificará se há alguma irregularidade não apresentada.

A Toyota Motor afirma que “não há problemas de segurança com os veículos a serem verificados”, que são o Yaris Cross, o Corolla Fielder e o Corolla Axio. A montadora teria apresentado dados falsos sobre proteção dos pedestres e testes de prevenção de movimento de carga quando foi solicitada a designação do modelo ou tipo, desde 2014, do total acumulado de 1,7 milhão de unidades produzidas. 

Além desses 3 modelos ainda em produção e vendas, os que já não são fabricados – Crown, Isis, Sienta e Lexus RX – não se pode obter os valores esperados nos testes de potência do motor, por isso os dados obtidos teriam sido ajustados.  

Expedição já suspensa, agora também a produção

Subsidiária da Toyota que terá a produção suspensa a partir de 6 de junho (NHK)

A partir de sexta-feira (6), a Toyota Motor suspenderá a produção dos 3 modelos alvos de inspeção: Yaris Cross, Corolla Fielder e Corolla Axio.

As operações nas plantas de Miyagi Ohira (Miyagi) e de Iwate (cidade de Kanegasaki), e da subsidiária Toyota Motor East Japan serão parcialmente suspensas. O volume total de produção dos três modelos no ano fiscal de 2023 foi de aproximadamente 130 mil unidades.

Escândalo para a Toyota e impacto na economia

“Isso é algo que nunca deveria ter acontecido como fabricante de automóveis”, lamentou o presidente do conselho da Toyota Motor, Akio Toyoda.

“Gostaríamos de investigar imediatamente o impacto da paralisação da produção sobre os fornecedores e considerar as medidas necessárias com base nos resultados”, declarou o ministro da Economia, Comércio e Indústria (METI), na terça-feira, mostrando sua preocupação com o impacto dessa inspeção na Toyota.

A montadora tem mais de mil parceiros de negócios, incluindo os fornecedores, em relação a esses 3 modelos investigados. Embora o impacto seja menor do que o caso da Daihatsu, poderá causar abalo na economia como um todo.

A Toyota Motor sustenta 5,5 milhões de pessoas

Fontes: Yomiuri, JNN e NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!