Japão em queda no índice mundial de competitividade

O Japão já ocupou o 1.º lugar por 4 anos consecutivos, mas vem caindo nos últimos anos, principalmente nas eficiências de gestão e de política.

Foto meramente ilustrativa do cruzamento de Shibuya em Tóquio, Japão (PM)

A escola de negócios suíça IMD anunciou seu Ranking Mundial de Competitividade Global 2024, em junho deste ano. Dos 67 países e regiões do mundo analisados, detalhadamente, o Japão vem em queda. 

Publicidade

No ano passado foi posicionado em 35.º lugar, mas este ano caiu para 38.º, o mais baixo pelo terceiro ano consecutivo.  

Durante o período de 1989 a 1992, quando esta classificação começou, o Japão ocupava o primeiro lugar no mundo. Desde então, tem sido desagradável para os japoneses ver a classificação do país cair a cada ano.  

“Não é normal que um país que já foi o número um caia a este ponto. Precisamos considerar seriamente por que isso acontece e encontrar contramedidas”, analisou o colunista do Toyo Keizai.

Se essa classificação mostra a situação real no Japão, não seria razoável investir em empresas japonesas. No entanto, desde o início deste ano até ao início de fevereiro, quando a média das ações Nikkei se aproximou do seu pico durante o período da bolha, se ouvia que “de agora em diante, é momento de investir nas ações japonesas”. No entanto, esse ponto de vista contradiz a imagem do Japão vista nesse ranking.

Japão bem distante dos outros países da Ásia

Classificação do 1.º ao 30.º lugar, com Singapura no topo (reprodução/IMD)

Em 2024, Singapura subiu três posições em relação a 2023 para se tornar o número 1 do mundo pela primeira vez em quatro anos desde 2020. Hong Kong ocupa o quinto lugar e Taiwan o oitavo. A China ficou em 14.º lugar, ante 21.º no ano passado. A Coreia do Sul ocupa o 20.º lugar. 

O Japão ficou atrás da Tailândia (25.º), da Indonésia (27.º) e da Malásia (34.º).

Os países do mundo que estão abaixo do Japão são Espanha (40.º), Polônia (41.º), Itália (42.º), Chile (44.º), Grécia (47.º), Hungria (54.º), México (56.º), Brasil (62.º) e Argentina (66.º).

Classificação do 31.º ao 67.º, com Japão em 38.º e Brasil em 62.º (reprodução/IMD)

O que põe o Japão para tão baixo

Na classificação da Ásia-Pacífico o Japão está em 11.º lugar (reprodução/IMD)

Esse estudo utiliza 336 indicadores para avaliar 4 fatores de competitividade: desempenho econômico, eficiência governamental, eficiência empresarial e infraestrutura.

De acordo com o Ranking Mundial de Competitividade Global 2024 do IMD, analisando a classificação do Japão por item, tem uma pontuação relativamente alta, ocupando o 21.º lugar em desempenho econômico e o 23.º em infraestrutura.

O problema está nas classificações baixas em eficiência governamental (42.º) e eficiência empresarial (51.º). Em particular, as práticas de gestão no indicador de eficiência empresarial, ficou em 65.º lugar,  muito baixa.

Por isso, o Japão precisa rever esses indicadores para voltar a ocupar uma boa posição no ranking mundial e se tornar atrativo para o mundo.

Na classificação das Américas o Brasil está em 7.º lugar, com índice bem distante dos EUA em 1.º (reprodução/IMD)

Fontes: Toyo Keizai e IMD

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Vítima fatal no choque entre camionete kei e moto

Publicado em 8 de julho de 2024, em Acidentes

O condutor da moto, de Hamamatsu, morreu em seguida e o motorista do kei está em estado grave.

Policial no local do acidente, ao lado da moto (FNN)

Por volta das 11h30 de domingo (7), ocorreu um choque entre uma camionete kei e uma moto, na rodovia nacional 153, no vilarejo de Achi (Nagano). A camionete kei ia em direção à cidade de Iida enquanto a moto trafegava no sentido contrário, para a província de Aichi.

Publicidade

Segundo a polícia, tanto o motorista do kei quanto o da moto foram levados ao hospital. O homem da moto, 54 anos, de Hamamatsu (Shizuoka), estava inconsciente quando foi transportado e posteriormente foi a óbito no hospital por causa da hemorragia cerebral traumática. 

Já o motorista da camionete kei está em estado grave, pois teve fratura na caixa torácica. 

A polícia investiga detalhadamente a causa desse acidente fatal, considerando que o local tem uma curva suave.

Fontes: FNN e SBC/JNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!