Ataque nuclear da Coreia do Norte contra Seul e Tóquio poderia matar 2,1 milhões

Um hipotético ataque nuclear contra Seul e Tóquio poderia tirar a vida de milhões de pessoas, segundo análise do site 38 North.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Pessoas circulam na rua comercial do Mercado Namdaemun, em Seul

Enquanto o presidente dos Estados Unidos ameaça destruir a Coreia do Norte, mesmo alguns de seus assessores mais próximos têm alertado sobre os efeitos potencialmente desastrosos de uma guerra. Uma nova pesquisa publicada no site 38 North aponta para o quão catastrófico o impacto poderia ser nos vizinhos do regime.

Se Kim Jong-un fosse lançar um ataque nuclear contra as cidades de Seul e Tóquio – ambas na distância de alcance de suas armas – cerca de 2,1 milhões de pessoas poderiam morrer e outras 7,7 milhões poderiam ficar feridas, de acordo com o relatório do 38 North.

A análise feita por Michael J. Zagurek, um consultor especializado em base de dados e modelos computacionais, é fundamentada na atual estimada tecnologia de armas e potência de bomba da Coreia do Norte. Zagurek pressupõe que Kim tenha um arsenal referência de 20 a 25 ogivas e a capacidade de colocá-las em mísseis balísticos.

Temores de conflito nuclear no norte da Ásia têm aumentado

Preocupações sobre um conflito nuclear no norte da Ásia têm aumentado enquanto Kim acelera seu programa para adquirir armas capazes de atingir os Estados Unidos e enquanto Trump faz ameaças de ação militar preventiva. Ainda que a chance de um ataque direto aos aliados dos EUA, o Japão e a Coreia do Sul, continue pequena, Zagurek disse que a história foi repleta de erros de cálculo por “atores racionais” durante situações de crise.

O ministro de Relações Exteriores da Coreia do Norte disse no mês passado que os possíveis próximos passos do regime incluem testar uma bomba de hidrogênio sobre o Oceano Pacífico.

Ogivas de 108 a 205 kilotons

As ogivas mais antigas da Coreia do Norte têm potência na faixa de 15 a 25 kilotons, quase equivalente à das bombas que devastaram as províncias de Hiroshima e Nagasaki em 1945. As estimativas de fatalidade aumentam de forma significativa se a Coreia do Norte fosse capaz de atacar usando bombas similares àquela testada no dia 3 de setembro, que tinha uma potência de provavelmente 108 a 205 kilotons, disse Zagurek.

O site 38 North

O 38 North é um site devotado à análise sobre a Coreia do Norte. É um programa do Instituto Estados Unidos-Coreia da Escola Paul H. Nitze de Estudos Internacionais Avançados da Universidade Johns Hopkins, e é administrado pelo ex-oficial do Departamento de Estado dos EUA, Joel S. Wit, e pela diretora-assistente do instituto, Jenny Town.

O 38 North usa imagens comerciais de satélite de principais áreas de interesse na Coreia do Norte, fornecendo suas análises com a oportunidade de descobrir os desenvolvimentos dentro do país.

Fonte: Business Insider, 38 North
Imagem: Bank Image

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Brasil: morre vigia que ateou fogo em crianças de creche em Janaúba

Publicado em 6 de outubro de 2017, em Brasil

O vigia ateou fogo e provocou a morte de várias crianças da creche onde trabalhava, em Janaúba, Minas Gerais. Ele morreu no hospital onde estava internado em estado grave.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Vigia ateia fogo e mata 4 crianças em creche de Janaúba, norte de Minas (Divulgação/Polícia Militar)

O vigia Damião Soares dos Santos, de 50 anos, que ateou fogo e provocou a morte de quatro crianças da creche onde trabalhava, no município de Janaúba, no norte de Minas Gerais, morreu nesta tarde, no hospital onde estava internado em estado grave. Damião era funcionário efetivo do município desde 2008.

Inicialmente, chegou a ser divulgada a morte de uma professora, mas a assessoria informou que ela continua viva, após ter sofrido diversas paradas cardíacas, e que seu estado é muito grave. Vinte pessoas, entre crianças e adultos, ficaram feridas.

A prefeitura de Janaúba decretou luto oficial de sete dias. Em nota, manifestou solidariedade às famílias envolvidas na tragédia.

“Toda a administração e a sociedade civil de Janaúba está consternada em virtude da tragédia ocorrida hoje na Creche do Bairro Rio Novo. A administração municipal manifesta profunda preocupação com o lamentável episódio e direcionou todos os seus esforços para atender os envolvidos e amenizar, de alguma forma, a dor que acomete a todos”, diz o texto.

Atualização:

Além dos três meninos e uma menina que haviam falecido ainda no local, não resistiram às queimaduras Renan Nicolas dos Santos Silva, de 6 anos, que estava com 90% do corpo queimado, e Cecília Davina Gonçalves Dias, de 4 anos, que teve 80% do corpo atingido pelas chamas. Eles morreram a caminho de Belo Horizonte, quando eram transferidos de helicóptero para o Hospital de Pronto-socorro XXIII. A professora Helley Abreu Batista, de 43, também morreu na noite de quarta-feira (5).

Via Agência Brasil

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - Japão
Info para brasileiros de Mie-ken
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades