Mulher no Nepal isolada por estar menstruada morre em cabana

Em uma prática chamada ‘chaupadi’, que ainda continua em áreas rurais no Nepal, mulheres no período menstrual são isoladas até o ciclo terminar pois são consideradas impuras.

Muitas mulheres que menstruam ainda são forçadas a sair de suas casas e se abrigarem em cabanas que muitas vezes são sujas e não são seguras (imagem ilustrativa de casas perto das montanhas no Nepal/banco de imagens)

Uma mulher e seus dois filhos morreram em uma cidade remota no Nepal por causa de uma tradição em que as mulheres são forçadas a sair de suas casas e ficar em cabanas durante o período menstrual, disse um gestor do governo na quinta-feira (10).

Publicidade

A mulher de 35 anos e seus filhos foram encontrados mortos por parentes e aldeões em uma pequena cabana perto da casa da família na manhã de quarta-feira (9), disse o chefe administrador do distrito de Bajura, Chetraj Baral.

Ele suspeita que a mulher e os dois filhos, de 9 e 12 anos, morreram por inalação de fumaça enquanto dormiam. Por causa do frio extremo nas montanhas eles estavam mantendo uma pequena fogueira dentro da cabana para ficarem aquecidos.

A cabana tinha espaço que mal acomodava três pessoas. Baral disse que partes de roupas que eles usavam também estavam queimadas.

Uma equipe de investigação chegou a Budhinanda, a cerca de 400Km ao noroeste da capital Catmandu.

Baral disse que está consultando advogados do governo sobre mover ou não ação judicial contra a família. Os corpos foram levados a um hospital que fica em uma cidade próxima para autópsia.

Após o incidente o governo está planejando enviar autoridades até a área novamente para orientar os residentes sobre a prática, disse ele.

A prática foi banida pela Corte Suprema em 2005 e uma nova lei a criminalizou no ano passado, com aqueles que forçam mulheres ao exílio durante o período menstrual podendo enfrentar até três meses de prisão ou uma multa de 3.000 rúpias nepalesas – cerca de 2.895 ienes.

Ativistas pedem que a lei seja aplicada de forma mais rigorosa.

Prática antiga

Muitas mulheres que menstruam ainda são forçadas a sair de suas casas e se abrigarem em cabanas que muitas vezes são sujas e não são seguras, ou em estábulos, até o ciclo terminar.

O costume chamado de “chaupadi” continua em muitas partes do país de maioria hindu, principalmente nas encostas a oeste.

Sob a prática antiga, ligada ao hinduísmo, as mulheres que menstruam ou que acabaram de dar à luz, são vistas como impuras ou “portadoras” da má sorte.

Elas também ficam expostas ao frio extremo no inverno, a ataques criminais e as mais jovens não podem ir à escola.

Fontes: Asahi, BBC

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Ilhas de Setouchi entram para lista de ‘lugares para visitar em 2019” do New York Times

Publicado em 11 de janeiro de 2019, em Notícias do Mundo

Ilhas no Mar Interior de Seto e áreas costeiras no oeste do arquipélago japonês ficaram em 7º lugar na lista dos “52 lugares para ir em 2019” da edição digital do New York Times.

O jornal descreveu a região de Setouchi como um lugar onde “arte e natureza entram em harmonia” (Wikimedia/Waka moana)

Ilhas no Mar Interior de Seto e áreas costeiras no oeste do arquipélago japonês ficaram em 7º lugar na lista dos “52 lugares para ir em 2019” da edição digital do NYT – New York Times divulgada na quarta-feira (9).

Publicidade

O território caribenho dos EUA de Porto Rico ficou no topo da lista seguido pela antiga capital da Índia, Hampi, e Santa Barbara na Califórnia.

O jornal descreveu a região de Setouchi como um lugar onde “arte e natureza entram em harmonia” enquanto destaca a Setouchi Trienniale 2019, uma grande feira de arte que será realizada em três edições nas ilhas e em outros lugares nas províncias de Okayama e Kagawa.

O NYT também recomenda visitar o Museu Memorial da Paz de Hiroshima, que é dedicado a documentar o bombardeio atômico dos EUA sobre a província em agosto de 1945. O prédio principal do museu deve reabrir na primavera após passar por grandes renovações.

A lista, a 14ª do tipo, foi compilada por jornalistas da NYT em todo o mundo que reuniram informações sobre locais de interesse.

Para ver a lista do NYT com os outros lugares no mundo para visitar em 2019, toque aqui.

Fonte: Kyodo

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros