Índia tenta conter potencial surto de vírus Nipah após morte de menino

Publicado em 10 de setembro de 2021, em Ásia

O estado de Kerala está em alerta máximo, tentando conter a propagação do vírus Nipah após um menino de 12 anos ter morrido em 5 de setembro.

 Índia tenta conter potencial surto de vírus Nipah após morte de menino
Mãe e filho vendendo frutas e vegetais em Nova Déli (banco de imagens)

Autoridades no estado de Kerala, no sul da Índia, estão em alerta máximo, tentando conter a propagação do vírus Nipah após um menino de 12 anos ter morrido em 5 de setembro. O estado já está vivenciando um alto número de casos de coronavírus.

Publicidade

Autoridades da saúde vêm rastreando pessoas que tiveram contato com o menino, que morreu na cidade de Kozhikode. Oito contatos primários testaram negativo. Anteriormente, o estado passou por um surto do vírus Nipah em 2018, no mesmo distrito.

“Atualmente 68 pessoas estão em isolamento no Colégio Médico e Hospital de Kozhikode. Aqueles que testaram negativo passarão mais 3 dias em quarentena institucional. Após isso, elas podem retornar para casa se aderirem aos protocolos de quarentena domiciliar”, disse a Ministra da Saúde de Kerala Veena George ao jornal Indian Express.

Até agora, 46 pessoas que tiveram contato com o menino testaram negativo.

Inicialmente, o menino havia sido diagnosticado com encefalite. Médicos enviaram amostras coletadas da criança ao Instituto Nacional de Virologia, o qual confirmou que se tratava do vírus Nipah.

O vírus Nipah foi detectado pela primeira vez na Malásia nos anos 1990. Ele pode se espalhar através de morcegos, porcos e contato humano. Algumas pesquisas têm mostrado que o vírus também pode chegar aos humanos através de outros animais como cães e gatos. A taxa de mortalidade varia de 40% a 75%.

Os sintomas incluem febre alta, convulsões e vômito. Não há vacina ou cura para o vírus Nipah. A Organização Mundial da Saúde – OMS diz que o tratamento primário é terapia de apoio. Ele continua comparativamente raro entre humanos, com menos de mil casos registrados.

Um surto inicial da doença nos anos 1990 causou a morte de mais de 100 pessoas por toda a Malásia e Singapura.

Fonte: Deutsche Welle

Neste Artigo:

Vamos comentar?


.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - Japão