Dólar fecha em R$ 3,92, maior valor desde 1º de março de 2016

De acordo com investidores, a pressão externa relacionada à melhora na economia dos Estados Unidos tem atraído muito dólar para o país.

Na quinta-feira (7), o dólar comercial fechou mais um pregão em alta. com valorização de 2,3%

O dólar comercial fechou mais um pregão em alta na quinta-feira (7), com valorização de 2,3%, cotado a R$ 3,926. Trata-se do maior valor desde o dia 1º de março de 2016, quando a moeda fechou o dia vendida a R$ 3,941.

Publicidade

Em uma prévia durante o pregão, o dólar chegou a bater R$ 3,9684, recuando após intervenção do Banco Central com a negociação de mais de US$ 6,8 bilhões de contratos de swaps cambiais, equivalente à venda de dólar no mercado futuro. Desde fevereiro, o dólar acumula alta de 23,44%.

De acordo com investidores, a pressão externa relacionada à melhora na economia dos Estados Unidos tem atraído muito dólar para o país.

“Com a provável elevação na taxa de juros norte-americanas, em decorrência do aumento da inflação naquele país, acaba ocorrendo um influxo de dólar para a compra de títulos públicos dos Estados Unidos. Ao mesmo tempo em que a economia dos EUA cresce, a do Brasil tende a se enfraquecer, o que ajuda neste movimento”, diz Alexandre Wolwacz, sócio-fundador do Grupo L&S.

Instabilidade

No caso brasileiro, a “instabilidade política e econômica”, que cresceu nas últimas semanas após a greve dos caminhoneiros, também interfere no humor do mercado de câmbio, segundo Wolwacz.

“Não se pode negar que a greve foi apenas um dos sintomas da situação do governo, que tem dificuldade de manter a governabilidade e começa a perceber a necessidade de subir a taxa de juros, mesmo com a nossa economia estagnada”.

Bolsa de Valores

O principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa) também registrou forte queda de 2,98% no pregão desta quinta, a 73.851 pontos. No pior momento do dia, a cotação do Ibovespa chegou a cair para 6,5%, o menor índice registrado desde 16 de novembro de 2017.

Fonte: Agência Brasil
Imagem: Banco de imagens

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Expo de Brinquedos 2018 tem hitech como palavra-chave

Publicado em 8 de junho de 2018, em Tome Nota

Os tradicionais brinquedos ganharam avanço com alta tecnologia na maior feira do segmento do Japão.

Sega Toys apresenta o que parece cup cake mas é para fazer bomba para banheira e Gakken StaFul com brinquedo que ensina a programação (Sankei)

O International Tokyo Toy Show 2018 já abriu as portas para a sua 57.ª edição. É a maior feira do segmento, com a participação de cerca de 200 empresas japonesas, em Tóquio.

Publicidade

A tendência deste ano é o toque de alta tecnologia aos tradicionais brinquedos. O segmento comemora o crescimento de 52% em relação ao ano anterior.

Brinquedos que reagem à voz do participante, porquinho inteligente que quando recebe moeda fala da última notícia ou da previsão do tempo, carrinhos que parecem de verdade, com alta tecnologia, entre outros.

A expectativa é de receber 160 mil pessoas nos 4 dias de exposição. Os dois primeiros são para lojistas e no fim de semana estará aberto ao público em geral.

Cada expositor tem programas específicos, com sorteios, interação e shows nos estandes.

A tradicional Takara Tomy com roleta gigante para o ‘jogo da vida’ (Sankei)

International Tokyo Toy Show 2018

  • Público em geral: dias 9 e 10, no sábado e domingo
  • Horários: no sábado, das 9h às 17h e no domingo encerra mais cedo, às 16h
  • Entrada gratuita
  • Local: Tokyo Big Sight, halls oeste (nishi) 1 a 4
  • Endereço: Tokyo-to Koto-ku Ariake 3-11-1 (toque aqui para abrir o mapa e traçar a rota)
Fontes: Sankei, ANN e divulgação 
Fotos: Sankei

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!