Homem amputado das duas pernas conquista o Everest

Em 14 de maio, o chinês de 69 anos realizou seu sonho e se tornou o 1º amputado de duas pernas a conquistar o Everest do lado do Nepal.

Xia Boyu em Katmandu, antes de sua tentativa de escalar a montanha em abril de 2018 (CNN)

Cinco tentativas e quatro décadas para o alpinista chinês Xia Boyu subir ao topo do mundo.

Publicidade

Em sua primeira tentativa de escalar o Monte Everest em 1975, Xia sofreu frostbite (queimaduras do frio) e teve os dedos dos seus pés – e posteriormente suas pernas – amputados.

Inabalável, Xia voltou em 2014, 2015 e 2016. Na última tentativa, uma nevasca o forçou a voltar a menos de 100 metros do pico.

“Tem sido um sonho meu por quase 40 anos”, disse Xia à CNN. “No passado, ele foi entravado pelas condições climáticas, como terremotos e avalanches”.

Em 14 de maio, o homem de 69 anos realizou seu sonho, fazendo com que ele se tornasse o primeiro amputado de duas pernas a conquistar o Everest do lado do Nepal.

“Desta vez após 40 anos o Monte Everest me aceitou, finalmente”, disse ele.

Mark Inglis, da Nova Zelândia, foi o primeiro homem amputado das duas pernas a conquistar o pico em 2006 do lado do Tibet. Ele também perdeu os membros em consequência da frostbite.

Escalar o Everest com próteses acrescenta outro nível de dificuldade, disse Xia.

Contudo, o chinês quase que não conseguiu escalar o Everest neste ano.

Em 2017, o governo nepalês proibiu amputados das duas pernas, cegos e alpinistas solitários a tentarem escalar o Everest em uma tentativa de reduzir acidentes e mortes relacionadas ao montanhismo.

Mas a Suprema Corte derrubou a decisão, permitindo pessoas como Xi a obterem permissões para escalar.

“Aprendi com minha jornada ao topo que você deve avançar bravamente não importando quais condições extremas você enfrentar, nunca desistir de sua ambição”, disse Xia.

“Esse é o poder da persistência, a recompensa de eu nunca desistir”.

Fonte e imagem: CNN

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Casal de príncipes do Japão na Convenção dos Nikkeis

Publicado em 8 de junho de 2018, em Notícias do Mundo

A Convenção dos Nikkeis no Exterior está sendo realizada no Havaí, com a presença de delegações do Brasil, EUA e outros. O casal de príncipes também está lá.

Príncipe Akishino, com a princesa Kiko aos fundos, marcam presença na convenção mundial dos nikkeis (Jiji)

O príncipe Akishino e a princesa Kiko prestigiaram a 59.ª Convenção dos Nikkeis no Exterior. Ela está sendo realizada pela segunda vez, depois de 50 anos, em Honolulu, no estado americano Havaí.

Publicidade

No fuso horário de Tóquio, o casal se apresentou na convenção, no período da manhã de quinta-feira (7).

Cerca de 300 pessoas descendentes participam da convenção, incluindo representantes do Japão, Brasil, Estados Unidos, no total de 15 países.

Este ano o estado americano comemora 150 anos da imigração japonesa naquela ilha. Tudo começou com os 150 primeiros imigrantes japoneses. Hoje o Havaí tem muitos descendentes nipônicos.

No discurso o príncipe saudou todos os participantes e disse que “graças aos esforços constantes e acumulados conseguiram construir a fundação da sociedade nikkei.”

“Com atividades em várias áreas ganharam a confiança das sociedades locais”, destacou e parabenizou os descendentes.

Príncipe e princesa interagem com a sociedade nikkei do Havaí na convenção (Jiji)

Fontes e fotos: Jiji 

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!