Coronavírus: mais de 465 mil casos e 21 mil mortes no mundo

Os países com maior número de pessoas infectadas são China, seguida da Itália, Estados Unidos, Espanha, Alemanha e Irã.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Infográfico: News Digest

Na China, onde há o maior número de casos pela infecção do Covid-19, o número de recuperados também é alto. Até a manhã de quinta-feira (26), horário Japão, são 73.773 dos 81.285 casos, sendo que foram constatadas 3.287 mortes.

Publicidade

No entanto, na Espanha e na Itália o número de vítimas fatais ultrapassou o da China, com 3.647 e 7.503, respectivamente. O número de casos na Itália está próximo da China, com 74.386 pessoas infectadas. Em seguida os Estados Unidos com 65.778 e 49.515 na Espanha. Mais da metade dos casos do mundo são dos países europeus.

Países com maior número de casos, da China até Equador (News Digest)

No Brasil houve aumento também, passando da casa de 2 mil pessoas e 57 mortos. Os governadores de 26 estados se reuniram em videoconferência na quarta-feira (25), quando decidiram manter o isolamento social e pediram mais apoio do governo federal para aquisição de materiais e insumos médicos.

Há uma grave escassez de suprimentos médicos, como máscaras e equipamentos médicos e a Organização Mundial da Saúde já pediu aos países para tomarem medidas urgentes.

Para ver a disseminação do novo coronavírus pelo mundo toque aqui (pode ter uma pequena defasagem).

Tabela dos casos confirmados, mortes e pacientes recuperados (CNA)

Fontes: News Digest, NHK, CNA e Agência Brasil

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

OMS aponta necessidade do distanciamento social e evitar circulação das pessoas

Publicado em 26 de março de 2020, em Notícias do Mundo

O diretor-geral da OMS apontou ações urgentes como “garantir medidas completas para bloquear as cidades” a fim de conter o avanço do coronavírus.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Tedros na conferência transmitida pelo YouTube

Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS-Organização Mundial da Saúde fez novo pronunciamento na quarta-feira (25), quando disse que várias cidades do mundo estão fechando fronteiras a fim de frear a propagação do novo coronavírus.

Publicidade

“Vários países foram forçados a tomar medidas como fechar as escolas, inclusive empresas, cancelaram eventos esportivos e ação de home office, com consideráveis ​​danos sociais e econômicos. Adotaram medidas sem precedentes”, explicou.

E também disse que os cidadãos têm um papel importante no combate à disseminação desse vírus.

Sugeriu “todos os países devem usar as medidas de bloquear as cidades como uma oportunidade de derrotar o vírus, a fim de interromper a infecção e salvar mais vidas”.

Tedros também falou sobre o adiamento das Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio. “Agradeço ao Primeiro-Ministro Abe e aos membros do Comitê Olímpico Internacional (COI) por terem feito sacrifícios para proteger atletas e espectadores. Esperamos ansiosamente pelo evento e desejamos que seja uma celebração de nossa crescente filantropia”. 

ONU pede ajuda para os países em desenvolvimento

Guterres pede ajuda para países em desenvolvimento pois teme a mutação do vírus (ANN)

Na quarta-feira António Guterres, secretário-geral da ONU, pediu 2 bilhões de dólares às nações a fim de angariar fundos para ajuda aos países em desenvolvimento. 

“A pior coisa que poderia acontecer é suprimir a doença em países desenvolvidos e deixá-la espalhar-se como fogo no mundo em desenvolvimento”, alertou.

“Milhões de pessoas morrerão e haverá o risco de mutações, o que significa que o vírus poderá regressar transmutado que mesmo as vacinas que, eu espero, serão em breve desenvolvidas, não conseguiriam voltar a pará-lo”, apontou o risco.

Essa soma deverá ser destinada a países da África, Ásia, América Latina e no Oriente Médio. 

Guterres também buscará assistência por videoconferência do G-20, que está sendo realizado com urgência pelos líderes dos 20 principais países na quinta-feira.

Fontes: NHK e ANN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Info para brasileiros de Mie-ken
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades