Reino Unido aprova vacina contra coronavírus

Reino Unido foi o primeiro governo a aprovar uma vacina contra Covid-19 no mundo.

Imagem Ilustrativa

O Reino Unido aprovou a vacina contra Covid-19 desenvolvida pela Pfizer e BioNTech nesta quarta-feira (2). Há algumas semanas, as autoridades inglesas iniciaram os processos de examinação com extrema urgência para determinar a segurança e eficácia da vacina.

Publicidade

A Pfizer havia revelado que os testes clínicos realizados em diversos países mostraram 95% de eficácia no combate ao coronavírus. Segundo a empresa, não foram reportados nenhum caso de sintomas colaterais graves.

Com a aprovação da vacina, o governo afirmou que a vacina estará disponível no Reino Unido a partir da próxima semana. Entretanto, detalhes de como será feita a priorização dos pacientes ainda não foram divulgados.

O Japão fez um acordo com a Pfizer há alguns meses para receber a quantidade de vacinas para 60 milhões de pessoas. “Conforme havíamos informado diversas vezes, o fornecimento ao Japão está previsto para começar no primeiro semestre de 2021”, comenta a Pfizer Japan em entrevista para a NHK.

“Vamos recuperar nosso cotidiano”, disse o primeiro-ministro Boris Johnson

O primeiro-ministro inglês mostrou uma forte expectativa na reativação da economia com a vacina. “A proteção das vacinas nos permitirá de uma vez por todas recuperar nosso cotidiano e trazer a economia de volta”, comenta no Twitter.

Entretanto, mesmo com a aprovação da vacina, Johnson enfatiza a importancia do isolamento social. “A aprovação da vacina é um grande passo para reestabelermos a normalidade, mas regras (de isolamento) não mudaram. Continue respeitando as restrições para proteger os seus entes queridos.”

Fonte: NHK

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Japonês se passou por militar americano para golpe do romance

Publicado em 3 de dezembro de 2020, em Sociedade

Depois de fazer a mulher de Mie se apaixonar por ele, se passando por norte-americano, aplicou o golpe.

Imagem ilustrativa da viatura da polícia (Wikimedia)

A polícia de Mie informou na quarta-feira (2) sobre a prisão do japonês Eisei Kamiunten, 42 anos, residente em Adachi-ku (Tóquio).

Publicidade

Sobre ele há suspeita de ter causado prejuízo financeiro de 750 mil ienes a uma mulher residente em Kumano, na faixa dos 50 anos, depois de fazê-la acreditar que estavam apaixonados um pelo outro, trocando mensagens em inglês, por uma das redes sociais e por e-mail. Ela fez o depósito dessa quantia em uma conta designada.

Teria se passado por militar americano atuando em uma zona de conflito no Irã. Depois da aposentadoria teria prometido para a amada, alvo do golpe, viverem juntos no Japão. Para isso precisava dessa quantia para que pudesse fazer a remessa de suas coisas.

Como há outras denúncias na província de Mie a polícia investiga se tem relação com ele. Há suspeita que não agia sozinho nessa fraude do romance internacional, embora o preso negue o seu envolvimento no caso.

Fonte: Nagoya TV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros