Mais de 1,4 mil golfinhos foram mortos em um único dia nas Ilhas Faroé

Publicado em 16 de setembro de 2021, em Notícias do Mundo

A matança foi denunciada pelo grupo Sea Shepherd como massacre ‘brutal’ e a maior caça única da história do território dinamarquês.

Ilustrativa (banco de imagens)

Mais de 1,4 mil golfinhos foram mortos na noite de domingo (12) nas Ilhas Faroé, no que autoridades locais disseram ser uma caça tradicional.

Publicidade

A matança foi denunciada pelo grupo de conservação marinha Sea Shepherd como massacre “brutal” e a maior caça única da história do território dinamarquês.

A organização disse que um supergrupo de 1.428 golfinhos-de-lateral-branca foi encurralado por botes e jet skis na praia de Skálabotnur na ilha de Eysturoy, onde eles então foram mortos.

As Ilhas Faroé são um território autônomo do Reinado da Dinamarca, ficando na metade do caminho entre a Escócia e a Islândia no Oceano Atlântico.

A caçada anual tem sido uma parte da cultura local há séculos – mas ela geralmente envolve a caça de baleias-piloto. Embora ela tenha sido criticada por grupos dos direitos dos animais, residentes têm defendido a prática.

Fonte: CNN

Poderia avaliar este conteúdo?

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!
Palavras-chave neste artigo

Vamos Comentar?

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - Japão
Info para brasileiros de Mie-ken