Leo Palace: 37 mil prédios para averiguação

Há suspeita de violação da Lei dos Padrões de Construção em mais de 37 mil prédios da construtora e imobiliária Leo Palace 21.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Mais de 37 mil prédios do Leo Palace 21 são alvo de averiguação por suspeita de violação da lei de construção (HP Leo Palace)

A diretoria do Leo Palace 21 anunciou na terça-feira (29) que já confirmou as falhas na construção de 206 prédios, do total de mais de 37 mil edificações.

Publicidade

A parede chamada de kaiheki 界壁, a qual aumenta a resistência ao fogo e também evita vazamento de barulho, instalada no teto, não foi feita de acordo com a lei, admitiu a empresa.

Em coletiva de imprensa, a Leo Palace apresentou pedido de desculpas e fez as devidas explicações. Com suspeita de violação da Lei de Padrões da Construção, a diretoria disse que irá investigar um total de 37.853 prédios. Depois irá reformar as propriedades fora do padrão.

O problema veio à tona por conta de uma consulta de um dos donos dos prédios colocados para locação. Ele teria apontado, em março ou abril deste ano, que a construção difere da documentação.

Dos prédios construídos entre 1994 a 2009 com estrutura de aço e construção de madeira, de 2 a 3 andares, foram encontrados 185 sem essa parede e 21 com deficiência na construção. A empresa afirma que verificou os prédios de todo o país, incluindo os de Tóquio, Kanagawa, Osaka, Hyogo, entre outros.

Leo Palace 21 nega a possibilidade de construção deliberada

Segundo a empresa, no manual entregue ao contratante havia a descrição da parede nas plantas. Já nas plantas das empresas terceirizadas não havia. Também, na inspeção no momento da construção, soube-se que não houve confirmação suficiente sobre a planta do projeto.

Em duas séries construídas em 1994 e 1995, dos 184 prédios sem a tal parede, a empresa descobriu que 168 se enquadram na situação acima, no fim de abril deste ano.

Há previsão de que o número de prédios com irregularidade deva aumentar. A empresa pretende averiguar todos os prédios até junho do ano que vem. As reformas deverão ser realizadas até outubro de 2019. As despesas estimadas para reforma em um prédio com 10 apartamentos são de aproximadamente 600 mil ienes.

A diretoria do Leo Palace 21 nega a possibilidade de construção deliberada violando a lei, e enfatiza que os materiais de construção antichamas usados no teto são seguros.

Diretoria pede desculpas e explica como está a situação dos mais de 37 mil prédios (Sankei)

Fontes: Sankei e Nikkei 
Fotos: HP Leo Palace e Sankei

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Sul-coreano se entrega no dia seguinte ao crime

Publicado em 30 de maio de 2018, em Crime

“Estava revoltado com o conteúdo do noticiário da NHK”, teria dito o homem que feriu um outro com faca, depois do expediente.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Cena da investigação no dia da ocorrência do crime em Shibuya (NHK)

Em 18 deste mês, sexta-feira, por volta das 21h30, um assalariado japonês, 48 anos, de Kanagawa, teve o pescoço cortado. Ele andava por uma rua em Shibuya, Tóquio, quando repentinamente levou um corte na parte traseira do pescoço.

Publicidade

A polícia investigava o caso, mas no dia seguinte um sul-coreano, de 46 anos, entregou-se.

De acordo com informações divulgadas na noite de terça-feira (28) pelo Departamento de Polícia Metropolitana, o sul-coreano será indiciado por tentativa de assassinato.

A vítima trabalha em uma terceirizada que produz vídeos para a NHK, e tinha acabado de sair do Centro de Transmissão da NHK. Ele sofreu um corte de cerca de 15cm e se encontra em recuperação.

O suspeito teria dito no dia em que se apresentou que “estava revoltado com o conteúdo do noticiário da NHK”. Também falou que “estava irado com a mídia japonesa”.

Além da tentativa de assassinato, o homem estava em situação de overstay (estada ilegal).

Fontes: NHK e Sankei 
Foto: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades