Chuvas torrenciais: quase 50 trechos de rodovias expressas foram danificados

Trechos que cobrem até 2.268 quilômetros de rodovias expressas operadas pela NEXCO West estavam fechados por causa das fortes chuvas que atingiram amplas áreas do oeste do Japão.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A Kochi Expressway, da qual alguns pilares de suporte foram destruídos após um deslizamento, é vista na foto acima de um helicóptero do jornal Mainichi em Otoyo (Kochi) em 8 de julho (Mainichi)

Danos foram confirmados em 47 trechos de vias expressas no oeste do Japão, desde 8 de julho, que foram atingidos pela forte chuva e poderá levar muito tempo até que sete das áreas possam ser restauradas.

Publicidade

Serviços em algumas linhas operadas pela West Japan Railway (JR West) e pela Shikoku Railway (JR Shikoku) continuam suspensas devido aos danos em pontes e trilhos, assim como outros problemas causados pelos aguaceiros.

De acordo com números preliminares anunciados pela West Nippon Expressway Co. (NEXCO West), trechos que cobrem até 2.268 quilômetros de rodovias expressas que a empresa opera estavam fechados em um ponto por causa das fortes chuvas que atingiram amplas áreas do oeste do Japão no final de semana.

Acredita-se que o fechamento de rodovias tenha sido o de maior escala para vias expressas desde 2005, quando a Japan Highway Public Corp. foi dividida em empresas regionais incluindo a NEXCO West e outras entidades.

Uma encosta ao longo da Kochi Expressway ao sul do Túnel Tajikawa desmoronou em Otoyo, província de Kochi, fazendo com que um trecho de 63 quilômetros de suas pistas de saída desaparecesse. Como resultado, uma rodovia provincial e uma estrada florestal abaixo da via expressa ficaram bloqueadas. Setenta e duas pessoas de 49 residências em quatro vizinhanças próximas continuam isoladas, informou o governo da província de Kochi.

Uma encosta desmoronou ao longo da Chugoku Expressway entre as ICs de Hokubo e Niimi na província de Okayama, e terra fluiu para duas casas próximas.

Um deslizamento atingiu um trecho da Hiroshima-Kure Toll Road entre as ICs de Sakaminami e Tenno-nishi na província de Hiroshima, fazendo com que cerca de 30 metros do trecho da estrada desabasse e bloqueasse a linha Kure da JR e da rota nacional 31.

De acordo com a JR West, a ponte Nº 1 do Rio Misasa, de cerca de 100 metros de extensão, entre as estações de Shirakiyama e Karuga na linha Geibi foi completamente arrastada pela cheia de um rio .

Pilares que sustentavam a ponte do Rio Saita entre as estações de Motoyama e Kanoji na linha Yosan da JR na província de Kagawa foram danificados e os trilhos na ponte entortaram, segundo representantes da JR Shikoku.

Fonte e imagem: Mainichi

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Mulher morre após ser exposta ao agente nervoso Novichok

Publicado em 9 de julho de 2018, em Notícias do Mundo

Autoridades britânicas disseram que o Novichok também foi usado em uma tentativa suspeita de matar um ex-espião russo e sua filha na cidade próxima de Salisbury em março.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Dawn Sturgess morreu após ser exposta ao agente nervoso Novichok na cidade de Amesbury (NHK)

A polícia britânica informou que uma mulher exposta ao fatal agente nervoso Novichok morreu em um hospital na Inglaterra no domingo (8).

Publicidade

Dawn Sturgess, de 44 anos, e um homem de 45, ficaram gravemente doentes em 30 de junho na cidade de Amesbury, ao sul da Inglaterra. Vestígios de Novichok foram detectados em amostras tiradas do corpo do casal.

A condição de saúde do homem continua crítica.

Autoridades britânicas disseram que o Novichok também foi usado em uma tentativa suspeita de matar um ex-espião russo e sua filha na cidade próxima de Salisbury em março.

O comissário assistente da polícia metropolitana, Neil Basu, que lidera as operações antiterrorismo do Reino Unido, disse em uma declaração que a morte é perturbadora e trágica.

Basu frisou que a morte de Sturgess só serviu para fortalecer a determinação da polícia em identificar e trazer para a justiça os responsáveis pelo ato bárbaro e revoltante.

A polícia está investigando a morte como caso de assassinato e acredita que o casal britânico entrou em contato com algo contaminado com o Novichok.

Investigadores estão tentando determinar se o casal se deparou com o agente nervoso e também como o incidente se relaciona àquele do ex-espião russo e sua filha.

O Novichok foi desenvolvido na União Soviética

O nome Novichok significa “recém-chegado” em russo e se aplica a um grupo de agentes nervosos avançados desenvolvidos pela União Soviética nos anos 1970 e 1980.

Eles eram conhecidos como a quarta geração de armas químicas e foram desenvolvidos sob um programa soviético denominado Foliant.

Mais tóxico que outros agentes nervosos

Acredita-se que algumas variações do Novichok sejam de cinco a oito vezes mais tóxicas do que o agente nervoso VX.

“Esse é um agente  mais perigoso e sofisticado que o sarin ou o VX e é mais difícil de identificar”, disse o professor Gary Stephens, um especialista em farmacologia na Universidade de Reading.

O agente VX foi a substância química usada para matar o meio-irmão de Kim Jong-un no ano passado, de acordo com os EUA.

“Eles (os agentes nervosos Novichok) não evaporam e não se dissolvem na água”, disse Andrea Sella, professor de química inorgânica da University College London.

Uma dificuldade é que o Novichok é menos estudado e compreendido em relação a outros agentes nervosos, e não há dados científicos oficiais sobre o quanto eles duram.

Enquanto alguns agentes Novichok são líquidos, acredita-se que outros existam na forma sólida. Isso significa que eles podem se espalhar como um pó ultrafino.

Os sintomas são similares ao de outros agentes nervosos

Agentes Novichok têm efeitos similares ao de outros agentes nervosos. Eles agem ao bloquear mensagens dos nervos aos músculos, causando um colapso da maioria das funções corporais.

De acordo com o químico Dr. Mirzayanov, o primeiro sinal para prestar atenção é a miose, o estreitamento das pupilas.

Uma dose maior poderia causar convulsões e interromper a respiração, disse.

“Então começam a convulsões contínuas e vômitos, e então um resultado fatal”.

Segundo o Dr. Mirzayanov, houve antídotos – atropina e athene – os quais ajudaram a interromper a ação do agente, mas não eram uma cura.

Se uma pessoa for exposta ao agente nervoso, suas roupas devem ser retiradas e a pele lavada com sabão e água. Os olhos devem ser enxaguados e a pessoa deve receber oxigênio.

Fonte e imagem: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades