10 produtos de farmácia mais comprados pelos estrangeiros no Japão

Sabe o que os estrangeiros que visitam o país a turismo mais compram na farmácia? Veja e inspire-se na sua próxima ida às compras.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Farmácia é um dos locais preferidos para compras dos estrangeiros a turismo (Matsumoto Kiyoshi)

Sabia que farmácia é um dos locais mais preferidos dos estrangeiros para fazer compras? No primeiro semestre deste ano o Japão recebeu 16 milhões de estrangeiros a lazer ou turismo. Cada um deles deixa pelo menos 150 mil ienes, grande parte gastos em compras.

Além da gastronomia e locais de turismo, eles gostam das farmácias japonesas, não para compra de medicamentosos. E sim de outros, bem interessantes.

Uma revista eletrônica – Trip Editor – pesquisou o que esse público mais compra, com dados divulgados em outubro. Listou em ranking, o qual pode servir de interessante observação de tendência.

Veja abaixo.

Não são só cosméticos ou medicamentosos os mais vendidos nas farmácias japonesas (Amazon)

10.º – Loção Hatomugi

Essa loção, considerada um condicionador para a pele do rosto, oferece um custo✖︎benefício interessante. A embalagem com 500ml do produto considerado eficiente custa apenas ¥650 em média. Hatomugi é uma planta, conhecida como lágrima de Nossa Senhora no Brasil, e considerada eficiente para a beleza da pele. Desde antigamente os japoneses tomam chá da frutinha e usam a essência na pele.

9.º – Ryukakusan para acabar com a tosse

Tradicional fabricante de balas para aliviar dor de garganta, rouquidão e tosse, Ryukakusan tem um produto em pó (龍角散ダイレクト), embalado em forma de stick, o qual não precisa de água. Basta colocá-lo na boca e engolir. O sabor preferido dos estrangeiros é de pêssego. Apesar do sabor da fruta não contém açúcar e nem dá sono. Crianças podem consumir, mas não o pacotinho todo. Pode dar ⅓ a ½ dependendo da idade. Adultos usam 1 inteiro, no máximo 6 por dia. Custa na faixa de ¥600 a ¥700.

8.º – Protetor de pequenos machucados

O Sakamu Care, da fabricante Kobayashi, tornou-se outro medicamento indispensável nas compras dos estrangeiros. Rachadura ou aspereza na pele, além dos pequenos ferimentos podem ser protegidos por uma película que se cria ao passar o produto. Dessa forma pode continuar o trabalho, tanto doméstico de lavar louça quanto na empresa, sem dor ou ardência. Custa de ¥600 a ¥800.

7.º – Máscara para rosto PUReSA

A PUReSA Premium, da fabricante de cosméticos Utena, é a queridinha das mulheres do leste asiático. Apesar de não ser muito conhecida das japonesas, as chinesas e sul-coreanas adoram. Para elas é puro luxo usar uma máscara de rosto com 33 gramas, com muito ácido hialurônico. O custo✖︎benefício compensa, pois o pacote custa cerca de ¥900 e dá para 3 vezes.

6.º – Adeus dores com Roihi Tsuboko

A fabricante de emplastros entrou na lista com o Roihi Tsuboko. O interessante desse em específico, dentre inúmeros outros, é que são pequenos emplastros medicinais e quentes para serem aplicados nos pontos chamados de tsubo, da MTC-Medicina Tradicional Chinesa. Com eles, adeus rigidez no pescoço e ombros, dor nas costas e nos quadris, contusão, entorse, fadiga muscular e outros. Uma caixa com 156 unidades custa na faixa dos ¥700.

5.º – Pirulitos PopCan

A fabricante Glico entrou na lista com seus pirulitos PopCan. Tanto o sabor quanto a embalagem chamam à atenção dos estrangeiros. Acham os personagens Disney muito fofos, por isso compram de pacotes para levar de lembrancinha. Um caixa com sortido de 30 unidades sai na faixa de ¥1.100. Para eles é barato e bonito.

4.º – Limpeza facial Senka

Esse produto da Senka é uma espuma de limpeza facial chamada de Perfect Whip. Queridinho das sul-coreanas, exigentes quando se trata de produtos de beleza e cosméticos, dizem que se parece mesmo com um chantilly. A maciez e a limpeza do produto foi se espalhando entre elas e tornou-se compra obrigatória. Levam para elas e também para dar de presente. O preço compensa: faixa dos ¥400.

3.º – Protetor solar Anessa

Há países como o Brasil que preferem as pessoas bronzeadas mas as asiáticas gostam mesmo da pele branquinha. Por isso o protetor solar para elas é indispensável. Esse de fator 50 é da Shiseido, tem forma leitosa e é também um dos preferidos das japonesas. Apesar do preço, na faixa dos ¥3.500 é compra quase que obrigatória. Afinal, elas pagam quase mil ienes a mais no país de origem.

2.º – Creme para os lábios

A marca DHC é famosa também na Coreia do Sul. Como lá faz mais frio que o Japão um produto indispensável no outono-inverno é o creme para os lábios. Esse é um de uso medicinal com azeite de oliva extra-virgem, o que deixa os lábios protegidos. Custa na faixa dos ¥700.

1.º – Colírio é top de vendas

O colírio da Santen, FX Neo, de uso farmacêutico é indispensável na cesta de compras. Ele tem propriedades para relaxar os olhos cansados e promove uma sensação refrescante, proporcionando conforto. Homens e mulheres dos países do leste asiático não deixam de levar. Custa na faixa de ¥700 a ¥900.

Se gostou da matéria compartilhe com seus amigos. Poderá ser útil para eles.

Caso ainda não tenha lido sobre os cremes para corpo mais vendidos no Japão, toque aqui para abrí-la.

Se quiser conferir os alimentos de outono toque aqui.

Fonte: Trip Editor 
Fotos: Amazon

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Mulheres assumem mais cargos de linha de frente nas Forças de Autodefesa do Japão

Publicado em 16 de outubro de 2018, em Sociedade

Um crescente número de mulheres nas Forças de Autodefesa do Japão está entrando em campos antigamente dominados apenas por homens.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A líder da 1ª Divisão de Escolta da FMAJ, um esquadrão de quatro navios que incluiu o principal porta-helicópteros Izumo também é uma mulher (Wikimedia/ Yamada Taro- foto do Izumo)

Um crescente número de mulheres na FAJ- Forças de Autodefesa do Japão está entrando em campos antigamente dominados apenas por homens, com uma recentemente se tornando a primeira piloto de caça do país.

“Quero me tornar uma piloto plena, não diferente dos homens”, disse Misa Matsushima, 1ª tenente da Força Aérea de Autodefesa, aos repórteres no fim de agosto após uma cerimônia realizada em uma base na província de Miyazaki, marcando a conclusão de um curso de treinamento para se tornar uma piloto de caça F-15.

“Ficarei feliz se mais mulheres ficassem motivadas para se tornar pilotos de caça por minha causa”, disse ela.

A FAAJ- Força Aérea de Autodefesa do Japão retirou a restrição de gênero sobre as mulheres operarem caças, assim como aeronaves de reconhecimento em novembro de 2015. Até então, o Ministério da Defesa do Japão havia considerado as condições muito severas para as mulheres por causa das extremas forças-G envolvidas em operar caças que, às vezes, dificultam até a respiração dos pilotos.

No Estado-Maior Conjunto do ministério, que é responsável pela operação total das forças de autodefesa, algumas oficiais mulheres da força marítima e aérea ocupam agora cargos importantes.

Na FTAJ – Força Terrestre de Autodefesa do Japão, as mulheres assumiram cargos em uma ampla faixa de atividades. Por exemplo, o comandante regimental para suporte de logística, que lidera mais de 700 subordinados, é do sexo feminino, enquanto as mulheres também se tornaram pilotos de helicópteros de ataque e restrições sobre elas se tornarem pilotos de tanques também foram retiradas.

A líder da 1ª Divisão de Escolta da FMAJ, um esquadrão de quatro navios que incluiu o principal porta-helicópteros Izumo com uma tripulação de mil, também é uma mulher.

Misa Matsushima, a primeira piloto de caça do país (Kyodo)

O ministério também começou a levar em consideração a permissão de mulheres para trabalhar a bordo de submarinos.

Se o plano for colocado em ação, as únicas restrições restantes para membros do sexo feminino serão as corporações da FTAJ que lida com substâncias perigosas e aquela despachada a áreas onde partículas de poeira são formadas no ar.

Essas duas corporações estão sujeitas a limitações de destacamento sob a Lei de Padrões de Trabalho – a partir do ponto de vista de proteger os corpos das mulheres de substâncias nocivas que poderiam afetar a gravidez – de acordo com o Ministério da Defesa.

Enquanto a recente tendência de promover mulheres a cargos de linha de frente em campos da defesa nacional reflete a política do governo de “empoderamento feminino” do governo, o ministério também está tentando utilizar mais membros do sexo feminino para abrandar uma escassez de recursos humanos.

Desde o fim de março, o número de membros na FAJ situou-se a 226.789. O número de mulheres foi de 14.686, contando por somente 6,5% de todos os membros, embora o ministério afirme que planeja ter mais de 9% até 2030.

Contudo, obstáculos permanecem no caminho para colocar mais mulheres na FAJ devido à falta de instalações para elas, como acomodações.

Renovações não são necessárias apenas no local de trabalho para empregar mais mulheres, mas também em instalações de treinamento.

Para criar um ambiente de trabalho mais amigável às mulheres, o ministério instalou creches dentro de algumas guarnições e bases, e revisou seu sistema para que pudesse recontratar antigas funcionárias que deixaram o cargo para cuidar dos filhos pequenos. Quatro mulheres foram recontratadas de janeiro a setembro, com base no sistema alterado.

“Quando temos que despachar nosso pessoal a operações de resgate em desastres naturais ou missões internacionais, as mulheres estão em demanda porque normalmente é mais fácil de conversar com elas. Queremos ser uma organização com diversidade”, disse outro alto oficial.

Fonte: Kyodo
Imagem: Kyodo, Wikimedia

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - Japão
Info para brasileiros de Mie-ken
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades