Tufão n.º 10 se aproxima do oeste do Japão

O tufão já está bem próximo de Shikoku. A noite deverá passar sobre Shimane e depois se transforma em ciclone tropical, se movendo para Hokkaido.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Nuvens do tufão n.º 10 (Tenki)

Segundo informação da Agência de Meteorologia do Japão-AMJ às 7h de quinta-feira (15) o grande tufão Krosa estava a 60Km do Cabo Ashizuri (Kochi). Se move lentamente, a 20Km/h, em sentido norte. Antes do meio-dia ou por volta de estará sobre a região Shikoku. Por volta das 18h o olho deverá estar sobre Matsue (Shimane). 

Publicidade

Ele tem pressão atmosférica central de 975hPa e velocidade instantânea do vento de 45m/s.

As nuvens que cercam o tufão estão amplamente espalhadas, sendo que do centro ao lado leste o raio tem 330Km e do centro a oeste, é de 60Km. Por isso, mesmo em regiões distantes do olho do tufão, ocorrem tempestades e chuva. Isso se agrava por ser lento, fazendo com que chova por mais tempo. Em Mie já foram observadas chuvas intensas na região de Matsusaka. 

Previsão de chuva intensa

Os índices pluviométricos máximos em 24h previstos até as 6h de sexta-feira (16) são:

  • 800mm em Shikoku
  • 500mm em Tokai e Kinki
  • 300mm no norte de Kyushu e Kanto Koshin
  • 250mm em Hokuriku e Chugoku
  • 150mm no sul de Kyushu

Ilustração do tufão às 8h de 5.ª feita, com previsão de rota (NHK)

No sábado a chuva continua mas mais amena, em ampla área, de Tokai a Hokkaido.

Na região Tokai, no sul de Mie há previsão de índice pluviométrico que pode ultrapassar 500mm. Em Aichi e Gifu deverá ser de no máximo 350mm.

Rajadas de vento

O tufão n.º 10 provoca tempestade e também rajadas de vento que podem causar acidente. As máximas previstas são:

  • Até 45m/s em Shikoku
  • Até 40m/s no norte de Kyushu
  • Até 35m/s em Tokai, Kinki, Chugoku e sul de Kyushu

Para se ter uma ideia dos riscos dependendo da rajada de vento, uma de 20m/s ou 72Km/h não deixa a pessoa caminhar, com 30/m não consegue ficar de pé e de 40m/s derruba um caminhão em tráfego. 

Mar bravo e ressacas

Na quinta e sexta-feira é preciso cuidado para quem reside no litoral. As elevações das ondas chegam a 10m em Shikoku, 9m em Kinki e Tokai, 8 em Kyushu. Todas as costas do arquipélago estão com mar bravo, o que requer cuidado.

Na segunda-feira (19) além das ondas mais altas ainda acontece a maré cheia. Mesmo depois do tufão ter passado podem ocorrer ressacas, causando inundação nas regiões costeiras, de Kyushu a Kinki, especialmente no sul da Baía de Osaka. 

Atenção aos alertas locais

A recomendação da AMJ é evitar sair de casa desnecessariamente por causa da chuva forte e dos ventos intensos. Se perceber que pode estar em risco é melhor buscar abrigo em local seguro antes que a chuva e o vento dificultem a saída de casa. Procure ficar atento aos alertas das autoridades locais.

Fontes: AMJ, NHK, CBC TV e Tenki 

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Aumenta o número de estrangeiros que se perdem em montanhas no Japão durante escalada

Publicado em 15 de agosto de 2019, em Sociedade

As polícias de províncias na central do país com montanhas íngremes estão intensificando esforços para ajudar a prevenir que visitantes do exterior acabem perdidos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Alpinista em Nagano, nos Alpes do Norte (ilustrativa/banco de imagens)

Com um aumento no número de turistas estrangeiros visitando o Japão para praticar alpinismo, as polícias de províncias na central do país com montanhas íngremes estão intensificando esforços para ajudar a prevenir que visitantes do exterior acabem perdidos.

Publicidade

O número de estrangeiros que se perderam em montanhas japonesas está em alta, aparentemente devido a diferenças em culturas e sistemas.

Dentre as 47 províncias do Japão, Nagano teve o maior número de pessoas que se perderam em montanhas no ano de 2018, com 330, em um total de 297 casos, de acordo com pesquisas realizadas pela Agência Nacional de Polícia.

Delas, 19 eram de nacionalidade estrangeira, alta de 16 em comparação a 2018, com os sul-coreanos contando pelo maior número, com 7.

Em 2013, um grupo de sul-coreanos se perdeu em uma cadeia de montanhas nos Alpes Centrais na província de Nagano e 4 deles morreram.

Na Coreia do Sul, trilhas de montanhas são gerenciadas por instituições que operam parques nacionais. Elas são fechadas se instituições de gerenciamento concluem que a escalada é perigosa em vista do clima e outras condições. Escalar montanhas é portanto considerada uma atividade de lazer segura que iniciantes podem desfrutar facilmente.

Entretanto, grande parte das trilhas do Japão não é gerenciada tão intensamente.

Em junho, oficiais do Centro Nacional para Educação de Montanhismo e pessoal de resgate em montanhas dos departamentos de polícia das províncias de Nagano, Toyama e Gifu visitaram a Coreia do Sul. Eles se juntaram a equipes de resgate do país para treinamento conjunto em áreas rochosas, e compartilharam técnicas.

O lado japonês contou aos seus homólogos sobre as vezes que alpinistas sul-coreanos se perderam em Nagano, e disse que eles deveriam fazer melhor e checar seus equipamentos – e o clima.

Fonte: Jiji

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades