Japão mostra riscos de tsunami detalhados do terremoto Nankai Trough

Publicado em 26 de janeiro de 2020, em Sociedade

O mais recente relatório é destinado a aumentar a conscientização pública do risco de tsunami nos próximos anos.

Neste Artigo:
&nbspJapão mostra riscos de tsunami detalhados do terremoto Nankai Trough
Área de epicentro projetada (NHK World)

Um imaginado megaterremoto ao largo da costa no Nankai Trough (Fosso de Nankai) dentro de 30 anos geraria tsunami de pelo menos 3 metros de altura atingindo dezenas de municípios ao longo do vasto trecho da costa do Pacífico de Honshu a Kyushu, de acordo com uma projeção do governo central.

Publicidade

Essa foi a primeira estimativa da probabilidade de regiões costeiras, as quais incluem áreas densamente povoadas, sendo atingidas por tsunami gigantesco após um terremoto de magnitude 8 a 9.

O relatório divulgado em 24 de janeiro pela Sede de Promoção de Pesquisa de Terremotos disse que 352 municípios estavam sob risco, dos quais 71 enfrentaram chance “muito alta” de serem atingidos.

Em um estudo de 2012, o governo central estimou um tsunami de classe ainda maior causado por um megaterremoto de classe de magnitude 9 se originando no Nankai Trough para permitir um cenário de pior caso.

O relatório de 24 de janeiro disse que a mais recente projeção ofereceu o resultado mais realístico no caso de tal desastre, mas alertou que tsunami bem maior não poderia ser descartado.

O relatório foi baseado em uma simulação de 350 mil padrões de tsunami, dependendo de onde o megaterremoto ocorrer e a extensão até onde os limites de placa tectônica deslizam.

Registros de terremotos no Nankai Trough ao longo dos últimos 700 anos formaram a base da simulação.

A sede calculou o risco da probabilidade que cada município enfrenta dentro dos próximos 30 anos ao classificar o tamanho do tsunami em três categorias: uns de pelo menos 3 metros de altura, aqueles de pelo menos 5 metros de altura e tsunami de pelo menos 10 metros de altura.

Três níveis foram usados para categorizar o risco da probabilidade: mais de 26 por cento (muito alto), 6 a 26 por cento (alto) e menos de 6 por cento.

O relatório mostrou que 71 municípios têm pelo menos uma chance de 26% de serem atingidos por um tsunami de 3 metros de altura ou maior.

Dentre eles estão municípios na província de Shizuoka, como aqueles na Península de Izu e Omaezaki, onde fica a planta de energia nuclear de Hamaoka, assim como áreas mais baixas nas províncias de Wakayama e Kochi. Partes das províncias de Mie e Tokushima, assim como as províncias de Oita de Miyazaki também estão sob risco.

A visão mostrou que algumas partes de Mie e de Kochi fizeram face a uma probabilidade de 6 a 26% de serem inundadas pelas águas do tsunami de pelo menos 10 metros de altura.

Uma situação com uma probabilidade projetada de pelo menos 26% ocorrendo dentro de 30 anos é equivalente a uma que ocorre a cada cerca de 100 anos.

Igualmente, um fator de probabilidade de 6 a 26% dentro de 30 anos é equivalente a um que ocorre uma vez mais ou menos entre 100 e 500 anos.

Um tsunami na média de 3 metros de altura justifica alertas de uma onda gigante que pode destruir grande parte de estruturas de madeira.

Tsunamis de apenas 30cm de altura são suficientes para derrubar pessoas, de acordo com especialistas.

Na situação de um tsunami medindo 1 metro de altura, muitas pessoas seriam levadas pelas águas e morreriam.

O mais recente relatório é destinado a aumentar a conscientização pública do risco de tsunami nos próximos anos.

A previsão do tsunami de maior classe mencionado no relatório de 2012 do governo foi baseado em descobertas científicas após o terremoto de magnitude 9 de março de 2011.

O relatório de 2012 levou municípios locais a tomarem medidas adicionais contra tsunami, visto que ele alertou que muitas comunidades poderiam ser inundadas por ondas muito mais altas do que o previamente imaginado. Por exemplo, Kuroshio, uma cidade na província de Kochi, soube que poderia ser atingido por um tsunami de até 34 metros de altura.

A reação de muitos residentes foi de se abdicarem do fato de que há pouco que eles podem fazer para se protegerem de tal catástrofe.

O relatório mais recente é destinado a encorajar autoridades locais a pelo menos fazer algum tipo de preparação, dado que o terremoto no Nankai Trough antecipado há muito tempo pode não ser necessariamente o pior que poderia ocorrer.

“Seria ideal se estivermos completamente preparados para uma situação de pior cenário, mas esse não é o caso com muitos governos locais”, disse Naoshi Hirata, chefe da Sede para Promoção de Pesquisa de Terremotos. “Não deveríamos desistir e começar com o que podemos”.

De acordo com o relatório de 2020, áreas cuja projeção é de uma “alta” probabilidade de serem atingidas por tsunami de pelo menos 10 metros de altura são limitadas.

Entretanto não é assim para áreas com projeção de serem atingidas por tsunami de pelo menos 3 metros de altura. Centenas de municípios são vulneráveis ao longo do trecho da costa do Pacífico que cobrem centenas de quilômetros.

O mais recente relatório disse que tsunami de pelo menos 3 metros de altura ou maior pode destruir prédios e resultar em fatalidades.

Fonte: Asahi


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão