Avião faz pouso imprevisto após passageiro se recusar a usar máscara

Além de se recusar a usar máscara, o passageiro gritou com outros passageiros e ameaçou a tripulação de cabine. O avião fez pouso imprevisto em Niigata.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Avião que partiu de Hokkaido com destino a Osaka fez pouso não programado no Aeroporto de Niigata (NHK)

Um avião em voo doméstico fez um pouso não programado na segunda-feira (7) após um passageiro ter se recusado a usar máscara e ameaçado a tripulação de cabine.

Publicidade

A LCC Peach Aviation disse que a tripulação viu o homem sem máscara antes da decolagem no voo que partiu de Kushiro (Hokkaido) para o Aeroporto de Kansai, em Osaka.

Funcionários da companhia aérea disseram que a tripulação pediu a ele que usasse máscara, mas ele se recusou.

Após o voo partir, segundo funcionários da aérea, o homem gritou com outros passageiros, os quais disseram que não queriam se sentar perto de uma pessoa sem máscara.

O passageiro também ameaçou membros da tripulação após eles terem dito que uma carta de advertência seria emitida contra ele.

O capitão decidiu pousar no Aeroporto de Niigata para remover o homem do avião.

Os funcionários disseram que o avião, com 124 passageiros, chegou ao Aeroporto de Kansai com mais 2 horas de atraso.

Companhias aéreas vêm pedindo aos passageiros que usem máscara como medida preventiva contra o novo coronavírus.

Segundo o Ministério dos Transportes, essa foi a primeira vez que um voo doméstico fez um pouso não programado devido a problemas relacionados ao uso de máscara.

Fonte: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Criança morre após engasgar com uva

Publicado em 9 de setembro de 2020, em Sociedade

O caso aconteceu em um jardim de infância com um aluno de 4 anos. Foi socorrido mas morreu no hospital.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem ilustrativa de ambulância (Wikimedia)

Na terça-feira (8) o jornal Yomiuri soube da ocorrência do caso de um menino de 4 anos que se engasgou ao comer uma uva, servida como sobremesa da merenda escolar, no jardim de infância em Hachioji (Tóquio). 

Publicidade

Por volta das 13h30 de segunda-feira (7) a professora responsável pela classe do menino viu que sua face mudou de cor e chamou pelo 119. Enquanto isso a professora bateu nas costas do aluno mas não conseguiu fazer com que expelisse o que obstruiu a sua garganta.

Quando a ambulância chegou a criança já estava inconsciente e morreu ao chegar no hospital. 

Segundo a polícia a escola fornece a refeição às 13h sob o acompanhamento de 2 professoras. Nesse dia foram servidas 3 bolinhas da uva Pione como sobremesa. 

Entre as diretrizes do governo, de 2016, há um tópico para a prevenção de acidentes em creches e jardim de infância, onde recomenda-se que seja evitado de servir uva e cereja. Essas duas frutas podem causar asfixia pois a criança pode engasgar.

Fonte: Yomiuri 

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência