Mitsubishi corta mais produção por falta de semicondutores

Montadoras japonesas enfrentam dificuldades, enquanto o incêndio que afetou a fábrica de chips da Renesas aumenta a escassez.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Corte de produção em maio (banco de imagens)

A Mitsubishi Motors reduzirá a produção em mais 16 mil veículos no mundo em maio, disse a montadora japonesa na sexta-feira (23), após um incêndio na fábrica de chips da Renesas, uma de suas principais fornecedoras, ter prejudicado o abastecimento já apertado de semicondutores automotivos.

Publicidade

A montadora eliminará 11 turnos no próximo mês, principalmente os noturnos, em sua planta de Mizushima no Japão, que produz veículos leves e o esporte utilitário RVR. A companhia também diminuirá a produção do novo Outlander e de outros modelos em sua fábrica de Okazaki.

Na Tailândia, seu principal centro de fabricação no exterior, a produção também será cortada. Nenhum fechamento de dia inteiro está planejado.

A Mitsubishi disse anteriormente que cortaria a produção em 4 mil veículos no Japão durante o mês de março, então em 7,5 mil no Japão e na Tailândia em abril. Ao todo, a montadora deixa de produzir 27,5 mil unidades devido à atual escassez global de chips, a qual a companhia planeja compensar até o fim do ano fiscal.

O incêndio da Renesas, que ocorreu em 19 de março na planta de Naka da companhia, exacerbou a escassez de semicondutores que a indústria de automóveis vem enfrentado há meses.

Fonte: Asia Nikkei

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Mulher que deveria fazer quarentena foi trabalhar, aumentando a infecção, em Gifu

Publicado em 26 de abril de 2021, em Sociedade

No sábado a província de Gifu confirmou 57 novos casos e no domingo foram 40.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

SARS-CoV-2 (Wikimedia)

No domingo (25) foram confirmados 40 testados positivo para o coronavírus na província de Gifu, com soma cumulativa de 5.512 pessoas infectadas. 

Publicidade

No sábado (24) foi constatado mais um caso, aumentando o cluster de infecção da igreja de Mitake, passando a 49 pessoas infectadas. 

Outro cluster também teve aumento de mais 2 trabalhadores, de uma empresa de Kani, que já tinha confirmado 16 pessoas infectadas.

Na província já foram constatados 16 clusters de infecção pelas variantes do novo coronavírus, em empresas, grupos de família e estabelecimentos que servem bebidas alcoólicas. 

Um cluster de uma empresa em Tomika aumentou para 24 trabalhadores infectados. A causa foi uma mulher que teve contato próximo com uma pessoa testada positiva, a qual recebeu ordem para fazer quarentena. Mas, ela foi trabalhar em outro local em Kani. Dias depois apresentou sintomas e testou positivo. 

Um representante da província disse para o jornal local que “queremos saber porque não fez o repouso recomendado e verificar as circunstâncias”. 

Fontes: Gifu Shimbun e News Digest

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência